Em Busca de Tranquilidade.


casa

Os proprietários queriam um lar natural e sereno na região de Empordá, Espanha. Este lugar com um interior muito sóbrio e um jardim aparentemente selvagem, deu-lhes o que queriam, um refúgio de calma. Vamos conhecer?

Tem um ar zen. A combinação dos tetos abobadados, pisos de concreto e paredes com argamassa de cal, envolvido pelo verde do jardim, cria um ambiente quase monástico. Seus proprietários queriam um lar perto da natureza e que transmitisse paz, onde toda a família se sentisse bem acolhida, e conseguiram !!!!

Lá fora, duas varandas oferecem espaços com sombra, uma delas para as refeições e outra para relaxar. E no interior, a designer Ana Generó criou espaços importantes sem sacrificar o aconchego e funcionalidade. Uma cozinha sóbria, com mesas de madeira e bancadas em mármore, aberta para a sala de jantar e jardim como era desejo dos donos. Portas de madeira de demolição e materiais recuperados são vistos ao longo dos elementos desta casa. Algumas portas antigas foram usadas como cabeceira no quarto principal. “A casa é muito branca e texturas naturais emprestam caráter e vão envelhecer bem explica Ana. Por exemplo, a madeira é cortada com  serra, o que lhe dá mais autenticidade. As pérgulas do jardim são feitas de ferro, com uma cobertura de varas tradicionais. Os pilares de pedra são recuperados e misturado com barro local, como fachadas cimento.”

A casa, uma construção recente, é inspirada nas quintas da região de Empordà, integrando-se bem ao meio ambiente. O arquitecto Lluís Auquer seguio os princípios da  bio-arquitetura . “Virada para o sul,  tem paredes sólidas com grandes aberturas que deixam entrar a luz do sol no inverno, absorvem o calor e o guardam para as noites mais frias. No verão, janelas e folhagens do jardim ventilam e filtram a luz, mantendo a casa fresca . “Realmente parece que a casa já existia há muito tempo , nos diz Ana. Móveis rústicos e peças vintage são muito úteis. Mas o layout da casa é funcional, com espaços interligados e muito abertos para os jardins.  No térreo, a grande ilha e o aparador delimitam a cozinha, refeitório e sala de estar, três salas transformadas em um só ambiente, onde a vida familiar acontece. O quarto principal fica perto da entrada, o das  crianças fica no piso de cima, e o piso de cimento é estendido para o jardim, repleto de com árvores frutíferas. Heras e roseiras forram as pérgulas, das varandas, um lugar perfeito para passar as tardes.

casa1

casa3

casa4

casa5

casa6

casa7

casa8

casa9

casa10

casa11