Em Pleno Soho !!!!!!!!


Hoje no blog mostro um apartamento impressionante, localizado nada mais, nada menos que no New York Soho . Seu interior exala elegância graças ao sucesso do binômio preto e branco. As vistas deslumbrantes, o seu incrível terraço e o seu bom gosto ao escolher as peças de mobiliário também têm muito a ver com o resultado final. Esse interior me transmite além de elegância, ordem, simetria e volume. Um espaço nada convencional. Gostei muito da sala de jantar com seu jogo cromático e o número extraordinário de fotografias nas paredes. Na verdade toda a casa tem uma boa seleção de arte.
Normalmente eu publico casas mais clássicas, mas de vez em quando vejo uma casa moderna e elegante que me impressiona. A casa de Brian Atwood e seu marido Dr. Jake Deutsch é uma daquelas casas modernas que eu absolutamente amo. Esta ‘townhouse in the sky’ (como Brian & Jake a chamam) está localizada em uma antiga fábrica de chocolate. A paleta de cores monocromática é complementada com fotografias incríveis em toda a casa. Não é só o interior que é maravilhoso, a casa tem terraços ao ar livre cheios de plantas que não é algo que se veja com frequência em Nova York.
Som de Art Garfunkel – A Heart In New York

Uma Reforma e Tanto !!!!!!!


Um duplex maravilhoso desenvolvido por Mark Zeff em um edifício histórico de Manhattan. A renovação completa deste sofisticado e moderno apartamento foi para um casal que se mudou de um edifício enorme, porque ambos queriam sentir a sensação orgânica de Nova York.

Abrangendo um invejável espaço de 4.500 metros quadrados, este apartamento de dois andares foi totalmente descascado e agora revela belas superfícies recém-descobertas como tijolo e madeira. Zeff também acrescentou paredes, estruturas e detalhes como aço, vidro e carvalho.

Uma das particularidades deste apartamento é a escadaria em aço escurecido. Esta estrutura (que teve que ser instalada e içada em 3 viagens, e por um guindaste), está perto da parede de tijolo vermelho adjacente, e foi concebida de uma forma que parece flutuar no espaço.

O assoalho largo de prancha de carvalho foi integrado completamente para produzir uma sensação muito mais relaxed. Os tetos originais foram descobertos no decurso da demolição, depois caiados e deixados expostos. Uma parede de tijolos pintada de branco exibe de forma magnífica a coleção de arte do casal, e equilibra perfeitamente com móveis vintage e toques industriais.

Duas varandas em forma de terraços foram convertidas em solários, expandindo o espaço habitável. Estes santuários cheios de luz estão localizados na sala de estar e no quarto principal, proporcionando vistas esplêndidas da cidade.

A suíte master se espalha pelo segundo piso e ocupa quase um terço do tamanho total do apartamento. Um teto de carvalho recuperado e tratado ocupa mais do que a área de dormir, também aparecendo por toda a propriedade. Painéis de madeira feitos sob encomenda ocupam um único lado do corredor de entrada do quarto, e se transforma em um pequeno home office. Em frente, portas de vidro e aço do piso ao teto conduzem ao banheiro principal. Com suas pias geométricas de calcário e paredes de gesso veneziano pintadas em vermelho, este retiro é simplesmente sumptuoso.

A cozinha brilha com azulejos brancos vitrificados e uma ilha de quartzo adornada por bancos de madeira e ferro. Os pendentes de vidro vintage dão luz a este espaço de trabalho culinário, as colunas de aço fazem um contraste impressionante.

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Um Sotaque Britânico !!!


Lorenzo Castillo

 

Lorenzo Castilho, um designer espanhol de renome, trouxe o esplendor da velha Europa para um apartamento na Quinta Avenida, em Nova York, combinando-o com com a modernidade do Art Déco americano.

Foi-me pedido um apartamento  familiar, arejado e com bastante luz, com características e toque clássico europeu, mas ao mesmo tempo respeitando a modernidade da icônica Olympic Tower em que ele está localizado. “O edifício foi construído na década de 70 pela empresa de arquitetura Skidmore, Owings & Merrill de Chicago para o magnata grego Aristóteles Onassis “, diz o designer de interiores e antiquarista  Lorenzo Castillo.

Seu relacionamento com os proprietários, começou em Madrid, onde eles foram aconselhados a procurar peças de arte e antiguidades. Mais tarde foi responsável pela decoração da casa em Santo Domingo, República Dominicana, e simultaneamente por este apartamento na Quinta Avenida em Nova York, com mais de 200 metros quadrados e grandes janelas com uma vista invejável da Catedral de St. Patrick. É a segunda obra de Castillo na cidade (também assina o Hotel Room Mate Grace), a revista Architectural Digest inclui o seu nome em sua lista anual dos 100 melhores designers de interiores e arquitetos. O projeto levou tempo, eles passaram mais de um ano em leilões  e lojas de antiguidades do velho continente para caçar peças únicas.

“Queríamos que a família se encaixasse perfeitamente e que cada um tivesse o seu próprio espaço, sem sobrecarregar os ambientes”, continua ele. O espanhol optou por uma boa seleção de poltronas em estilo Inglês estofadas em tecidos leves como linho branco, chaises longues na sala, e veludo nas cadeiras e banquetas da sala de jantar.  “Nós não queríamos grandes estampas, mas um ambiente muito descontraído com tecidos lisos ou com pequenas geometrias onde a nota de cor se desse através de jóias clássicas do início do século XIX ou final do século XVIII. O espelho grandioso, a coleção de obeliscos ou as belas colunas da sala de estar. Todos têm em comum um design de linhas simples e materiais luxuosos.

Esta regra é quebrada apenas no quarto, onde Castillo colocou aos pés da cama um antigo sofá da Maison Jansen com pés torneados. Nas paredes, no entanto, a sobriedade é mantida com alguns espelhos em ébano e uma série de gravuras de Antonio Canova da era napoleônica. Na parte pública foi usada muita carpintaria laqueada de branco com painéis que escondem muitos armários, aumentando a sensação de profundidade. Obras de arte contemporânea  selecionadas a dedo, modernizam o ambiente. Esta suntuosidade continua nos banheiros, onde o mármore Calacatta, ou o alabastro egípcio translúcido com arremates em bronze prestam homenagem ao estilo Art Déco que inspirou os grandes arranha-céus de Nova York. O resultado respira a elegância, uma marca de Castillo, classicismo espanhol, em território americano, e com sotaque britânico.

Os painéis do hall escondem armários. Busto em Carrara, de Antonio Canova em um pedestal de Castillo, e escultura de bronze “Grand Tour” da Christie’s de Paris

 

Uma mesa em laca preta de  Josef Hoffmann na sala de jantar, aberta para a área de estar.Espelho Regency inglês, pratas Tiffany & Co. e lustre desenhado por Castillo.

 

Puffs em tecido geométrico e assento em veludo, na sala de jantar

 

Cozinha em madeira laqueada de branco, com área de trabalho em granito preto polido. Em segundo plano, cadeiras Bertoia Diamante, mesa feita sob medida e sofá estofado com algodão listrado.

 

Na sala de estar, da esquerda para a direita, chaises longues com tecido de linho cru, duas palmeiras em gesso de Serge Roche, duas poltronas dos anos 50 de Maison Jansen, mesas de centro projetados por Castillo, sofá George Smith forrado em veludo Schumacher, relevos de imperadores romanos do século XVII da Christie’s Londres.  Poltrona e puff com tecido geométrico, cortinas de linho e tapete também com motivo geométrico.

 

Na sala de estar, ao lado de uma chaise longue com uma manta de cashmere, mesa de ébano macassar  Art Déco . Na parede, quadro de  Jaume Plensa, Galerie Lelong de Paris.

 

No quarto, cama de dossel, luminária de tartaruga, bronze e ébano desenhada por Castillo e sofá forrado em seda. Na parede, uma coleção de gravuras de Antonio Canova do século XIX,  espelho e gravura romana do século XVIII, de Giovanni Battista Piranesi.

 

Ainda no quarto, poltrona de orelhas dos anos 70 com tecido Ralph Lauren casa, assim como o banco de zebra e latão. Cômoda espanhola de nogueira e espelho do século XVII.

 

O banheiro é em estilo  Art Déco, cobertura das paredes em alabastro egípcio e arremates em latão. Móveis de madeira, pia e torneiras Devon & Devon, e espelho em couro Jacques Adnet.

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Preto Nada Básico.


md-home-walker-tower-12e_12

Um alto executivo do mercado de luxo, com sede na Flórida queria um lugar para ficar durante as suas visitas a Nova York, e chamou um designer de sua inteira confiança, Michael Dawkins. Ele escolheu e decorou um apartamento para o executivo e sua família para ser usado como um pied-à-terre. Michael elaborou o projeto e  o apartamento foi concluído e mobilado para o empresário, sua esposa e três filhos pequenos.

“Este é o cliente dos sonhos, porque ele confia em mim completamente”, diz Dawkins. “Apresentei o projeto, e de cara,  eles aprovaram. Só se encontraram novamente quando o apartamento estava pronto para morar, e para recebe-los havia velas e champanhe para dar as boas vindas a esta família.

O proprietário comprou o apartamento de dois quartos e dois banheiros no condomínio Walker Tower, no bairro de Chelsea, em Manhattan. Dawkins, em seguida, assumiu e transformou o espaço com tons escuros e um brilho sutil. “Não é um apartamento de solteiro, mas nós fomos capazes de torná-lo um pouco mais sexy do que uma casa de família”, diz Dawkins.

Som de Boy George – The Crying Game

md-home-walker-tower-12e_01

md-home-walker-tower-12e_02

md-home-walker-tower-12e_03

 

md-home-walker-tower-12e_04

md-home-walker-tower-12e_05

md-home-walker-tower-12e_07crop

md-home-walker-tower-12e_08

md-home-walker-tower-12e_09

md-home-walker-tower-12e_10

md-home-walker-tower-12e_11

md-home-walker-tower-12e_13

md-home-walker-tower-12e_14

md-home-walker-tower-12e_15

md-home-walker-tower-12e_16

md-home-walker-tower-12e_17

Loft em Nova York


tribecaloft_res_01

Arquiteto Andrew Franz  converteu um antigo armazém de caviar em um loft espetacular. Originalmente construído em 1884, o edifício está localizado em Manhattan, em um bairro-Tribeca- que é um marco histórico.

Este projeto residencial  é uma renovação dos 3.000 metros quadrados, no último andar e telhado.O arquiteto imaginou espaços de entretenimento abertos e uma grande ligação com o exterior.

tribecaloft_res_02

tribecaloft_res_03

tribecaloft_res_04

tribecaloft_res_05

tribecaloft_res_06

tribecaloft_res_07

tribecaloft_res_08

tribecaloft_res_09

tribecaloft_res_10

tribecaloft_res_11

tribecaloft_res_12

tribecaloft_res_13

tribecaloft_res_14

tribecaloft_res_15

tribecaloft_res_16

 

No Brooklin


fitzhugh1

 

Literalmente babando com este triplex .Os detalhes são simplesmente fantásticos! A escultura em cima da lareira, a mesa de jantar feita de uma antiga e abandonada árvore, a cama de dossel esculpida à mão – tudo feito por Karol Fitzhugh, um carpinteiro e escultor, e Lindsay Caleo uma designer de jóias, um casal muito  talentoso. Além de seu trabalho individual, eles colaboram no planejamento dos interiores e design arquitetônico do Brooklin Home Company.

” A mudança para Nova York foi um  salto brusco para nós dois, que crescemos no interior. O objetivo principal para o nosso espaço  em NY era criar um lugar que não parecesse urbano.Precisávamos de muita luz natural, espaço ao ar livre, uma sala grande para muitas pessoas , um banheiro duplo, arrumação, uma grande cozinha, área de trabalho pessoal, e 3 quartos  que pudéssemos alugar para ajudar com as despesas.Tivemos de ser criativos, e  o projeto foi concebido como um quebra-cabeças,era apenas uma questão de descobrir como tudo iria se encaixar.”

fitzhugh2

“Descobrimos as vigas estruturais durante a demolição. Fitzhugh fez a escultura branca de madeira em cima da lareira, as estantes embutidas, mesa de centro e as banquetas. Lyndsay encontrou o sofá indiano em um depósito de velharias”

fitzhugh3

A escada da estante/ biblioteca leva a um dos quartos de hóspedes. As grandes luminárias  acima da ilha da cozinha foram resgatadas de um navio cargueiro da Índia. Lyndsay e Fitzhugh fizeram a mesa de jantar com uma árvore de faia derrubada e abandonada. As estantes abrigam várias coleções que estão em constante crescimento e constantemente reorganizadas.

fitzhugh4

Outro ângulo da mesa de jantar. O espelho de madeira curvada foi feito pelo pai de Lyndsay. A grande forma de cerâmica ( no canto ) é de Toshiko Takaezu .

fitzhugh5

Lyndsay procurou por semanas uma porta de celeiro que desse para o banheiro, e acabou encontrando uma na  fazenda da família de Fitzhugh.  Depois de um bom tratamento e reparos a porta ficou fantástica.

fitzhugh6

A luz natural inunda o banheiro através de um piso claro e painel de teto de vidro jateado, perfeito!!!!!!

fitzhugh7

A cozinha foi transferida para a parte de trás da casa. A parede de janelas duplas foi proveniente de uma antiga de vitrine de loja.  Fitzhugh fez a ilha/ bancada com  fendas para facas de cozinha – uma idéia que Lyndsay teve a partir de uma fotografia . O Terrier Norfolk ( Azeitona ) geralmente não sobe no balcão, mas hoje é dia de festa.

fitzhugh8

“Tivemos a sorte de ter a nossa propriedade ladeada de árvores, incluindo Magnólias,  e uma Cerejeira enorme.” As prateleiras de madeira foram compradas em antigos depósitos.

fitzhugh9

 

fitzhugh10

No hall de entrada, base de madeira esculpida by Lyndsay e tampo de concreto. As cadeiras são  de couro natural. As tábuas do piso foram pintadas com uma tinta própria para assoalho.

fitzhugh11

Cama de dossel esculpida por Fitzhugh, a madeira é Faia . Lareira original.

fitzhugh12

A inspiração para este quarto de hóspedes partiu do interior de uma cabine do navio. Fitzhugh fez os gavetões  embutidos na cama, e a mesa pequena. O banheiro completo  está nos fundos.

fitzhugh15

As janelas têm vista para o jardim traseiro. “Fizemos a plataforma do sofá de vigas de arenito recuperadas e colchões de solteiro para acomodar mais convidados.”Coberturas de colchão de linho podem ser facilmente removidas e limpas.

fitzhugh14

Azeitona mais uma vez posando para a fotografia……….

Gramercy Loft – NYC


Gramercy-Loft-interiors-01

Localizado a poucos passos do opulento Gramercy Park Hotel  e a um pulo rápido do escritório DHD na Park Avenue, este é o primeiro projeto comercial do piso ao teto, de David Howell, em seus 20 anos em Nova York.  O exterior discreto, revestido em tijolo de cor mocha, mistura-se com a vozinhança. Distingue-se por grandes janelas do tamanho das das antigas salas de aula. O design interior acolhedor e impressionante é um exemplo ideal da filosofia de design da DHD Arquitecture.

Gramercy-Loft-interiors-02

Gramercy-Loft-interiors-04

Gramercy-Loft-interiors-05

Gramercy-Loft-interiors-06

Gramercy-Loft-interiors-07

Gramercy-Loft-interiors-09

Gramercy-Loft-interiors-10

Gramercy-Loft-interiors-11

Gramercy-Loft-interiors-13

GRAM-011.1

GRAM-021

GRAM-042

GRAM-05.1

GRAM-08

GRAM-09