Nos Campos da Finlândia !!!!!


Uma casa elegante e muito aconchegante do designer de interiores Ilkka Mälkiäinen e do arquiteto Janne Kuipiainen nos belos campos da zona rural finlandesa.

Há dez anos, o designer de interiores Ilkka Mälkiäinen e o seu companheiro, arquiteto Janne Kuipiainen procuravam uma segunda casa ou um lote para construírem a casa dos seus sonhos. Eles queriam um lugar em Uusimaa, uma região da Finlândia localizada na província da Finlândia Meridional, sua capital é a cidade de Helsínquia,  até que encontraram o anúncio de uma velha casa do outro lado dos campos em Satakunnan Huittinen.
A maior parte dos móveis e objetos de decoração já pertenciam a Ilkka.
O tom de vermelho, e as cores básicas de toda a casa podem ser contadas nos dedos das mãos. “Fico feliz em usar poucas cores, misturadas com um pouco de preto.

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Anúncios

Luberon !!!!!


Com suas aldeias em colinas escarpadas, ciprestes altos e vinhedos abundantes, o Luberon na França é um lugar maravilhoso. Composto por três cordilheiras, a região tem sido um refúgio de verão para parisienses abastados, mas também encanta muitos britânicos. Vendo esta bela casa de pedra provençal em tons amanteigados cercada por campos de lavanda, é fácil ver por que seus proprietários ingleses se apaixonaram por este lugar.

Para eles, foi a vista deste vale que garantiu a compra. Em contrapartida, a casa era claramente abandonada, consistindo em um labirinto de salas subdivididas, tetos de baixa qualidade e decoração dos anos sessenta. Felizmente, o agente imobiliário havia trazido consigo o arquiteto Hugues Bosc, que conhecia a arquitetura local e podia ver bastante potencial nesta residência. Tendo trabalhado para os proprietários na reforma do barco, a designer de interiores Sophie James já estava contratada. E então, um projeto de três anos e meio se seguiu, durante o qual a pegada da casa mal mudou, mas os interiores foram refeitos lentamente para o que seria o layout original de meados do século XVIII.

A descoberta mais agradável foi no hall de entrada, o teto era com placas de gesso. Hugues, suspeitou que havia alguma coisa de errado e empurrou o dedo pelo gesso revelando uma série de arcos elegantes e abobadados. A adição de uma ampla escadaria de pedra na entrada da casa, acrescentou a este espaço proporções clássicas.

Sophie e os proprietários passaram dois anos acumulando móveis com uma regra clara em mente, cada peça que eles compraram tinha que ter três lugares potenciais dentro da casa. É um truque inteligente que impede a casa de parecer excessivamente imaculada. Há sofás soltos na sala e com capas, poltronas confortáveis ​​e cortinas leves de linho. Esta abordagem foi aplicada tanto dentro como na área externa. Tendo passado muito tempo em barcos, os proprietários têm uma grande experiência em aspectos práticos de espaço. Há sempre um lugar iluminado para se sentar enquanto o sol se move ao redor do edifício, cada quarto tem um lugar onde você pode trabalhar e é possível ter uma casa cheia sem que os hóspedes tropecem uns nos outros.

Para este casal, o coração da casa é a cozinha, que compreende duas salas adjacentes, uma é parte da cozinha em si enquanto a área maior abriga a mesa de jantar que se abre para o jardim. “Nós construímos cada armário sabendo o que iria ser guardado”, explica o proprietário.

Igualmente importante foi o jardim. “Queríamos que fosse autenticamente provençal, mas com sua própria personalidade”, diz a dona. Ela e uma grande amiga, Janie Lloyd Owen, fizeram o plantio, enquanto o designer Michel Semini planejava o paisagismo. Há um jardim e uma pequena horta, no verão os brilhantes campos de lavanda roxos e brilhantes, são precedidos por papoulas em tons de escarlate. A casa e o jardim são perfeitos até para quem tem olhos para os mínimos detalhes. A paleta de cores calmas e os móveis discretos, mostram o nível de trabalho por trás de sua composição rigorosa, este foi um projeto bem trabalhoso. Vamos ver???

Som maravilhoso de Ellie Goulding – Your Song

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Michael Bastian !!!!!


 

O designer de moda masculina, Michael Bastian, fez deste apartamento na cidade de Nova York a sua casa por mais de duas décadas e agora compartilha o mesmo com o marido Mike Vasquez . “E continua em transformação”. Michael encontrou este apartamento de 650 metros quadrados no West Village e alugou-o imediatamente. “Eles vão ter que me carregar para fora daqui”, diz ele, e pode-se facilmente entender o porquê. Centralmente localizado no mesmo bairro que as casas de Julianne Moore e Sarah Jessica Parker, é uma daquelas raridades com controle de aluguel tão bem adaptada aos seus inquilinos que é difícil imaginar outras pessoas morando lá. A maioria dos móveis e objetos no apartamento foi escolha de Michael (Mike mudou-se quando o casal se casou em junho passado), mas dado que seus gostos são parecidos, vale dizer que a estética primordial é reflexo do casal.

É um espaço bem masculino e confortável. Muitos quadros e arte pendurados, paredes em tons de carvão, antiguidades misturadas com tesouros encontrados nas ruas, esses elementos se juntam para formar uma mistura visual assim como as coleções de moda pelas quais Michael é tão bem conhecido.

O senso de estilo pessoal de Michael é mais eclético do que tradicional. Ele descreve a casa como “um pouco de tudo que foi construído em câmera lenta ao longo dos últimos 20 anos”. E embora haja algo democrático sobre a mistura como um todo, ele dá preferência ao estilo americano. “Quando as pessoas falam sobre estilo americano (vestuário),  acham que é social ou de rua, sem nada intermediário”, ele observa. “É meio o mesmo com os interiores, é clássico ou moderno. Mas eu acho que nenhum deles realmente cai em uma categoria exclusiva”.

Michael atribui seu olhar para a decoração para a experiência de trabalhos passados. Antes de começar sua própria marca, o estilista deixou a Sothebys, Tiffany’s, Bergdorf, e em seguida, Ralph Lauren, onde aprendeu a regra do estilo magpie: “Nunca deve ser apenas um tipo de coisa”. É como uma parede de casa por exemplo, “nunca deveria ser só de pinturas ou apenas fotografias, mas uma mistura dos dois. Esta filosofia se estende muito além das próprias paredes das salas de Michael. Tapetes vintage misturados com arte, armários de cozinha cheios de pratos que não combinam, um busto com colar de conchas e outro com uma máscara de Carnaval, toques de magia com estilo.

Som de Justin Bieber – Company

Na entrada, uma reprodução de Warhol encontrada na esquina da Fifth Avenue e 11th Street fica pendurada em uma parede pintada de cinza.  Abaixo, uma cômoda   vintage em estilo Império Americano recebe um par de luminárias de níquel polido.

 

Envelhecido até a perfeição. Há dez anos atrás, Michael pintou as paredes da sala de estar com uma mistura de dois tons de branco, que foram envelhecendo até hoje. As poltronas que cercam a lareira foram um presente de um amigo na década de 1990, e Michael troca periodicamente o tecido em preto e branco.

 

Atrás do sofá de camurça, há 16 fotografias encontradas sem as molduras em um mercado local de pulgas. “Foi um daqueles domingos quando você está no mercado com seus amigos e todo o mundo só quer ir tomar café , e lá estava eu peneirando pilhas de fotos antigas”, lembra Michael. Embora as impressões fossem dois dólares cada uma, as molduras  aumentaram este preço dez vezes, mas o resultado final valeu a pena.

 

Como as coleções de Michael, seu apartamento apresenta toques deliciosamente peculiares justapostos com coisas claramente práticas. Na sala de estar, um antigo banco de piano (outro presente da rua) entra como uma mesa de centro, do tamanho ideal para o espaço pequeno. O robô estilo steampunk atraiu os olhos de Michael em uma loja de objetos de segunda mão.

 

Uma cômoda bombê  forrada em lagarto falso serve como uma base para um canto charmoso. Detalhes, como um abajur feito de um antigo vaso, e uma cesta tecida a mão mostram a propensão de Michael por rusticidade.

 

Original do apartamento, um armário de cozinha deliciosamente dilapidado, que Michael personalizou com uma camada de tinta em tom de maçã, exibe pratos vintage, copos e louças muito lindas para ficarem escondidas.

 

O “escritório” de Michael consiste em uma antiga mesa de madeira, ladeada por um busto mascarado e uma luminária de Bunny Williams . A fotografia em preto e branco de um salva-vidas, obra do fotógrafo Matt Albiani , se encaixa em uma parede coberta de outras obras.

 

No quarto, uma cama de ferro de Ralph Lauren Home, é feita com lençóis que combinam com a tonalidade das prateleiras da cozinha. Ao lado da cama, uma estátua africana fica de guarda atrás de uma bandeja de cortiça com óculos, um copo e uma pequena topiaria.

 

Aulas de decoração: Toques simples como uma enorme garrafa de água para bochechar, e uma escova em um copo de prata são formas fáceis de elevar a aparência de qualquer banheiro.

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Uma Casa de Pedra !!!!!


A solidez desta casa é óbvia. Basta olhar para as suas paredes, para confiar em sua resistência através dos tempos. Quando a encontrou, o seu atual proprietário, sabia que teria muito trabalho pela frente, pois ela estava bem danificada. A parte boa é que tudo foi feito com muito cuidado e o resultado foi magnífico, e ao mesmo tempo, encantador e discreto, porque em nenhum momento se tentou mudar o conceito desta construção de pedra, uma casa elegante e acolhedora, onde viver com conforto é o primordial. O responsável por esta transformação foi a decoradora Mónica Garrido.

Os proprietários desta casa decidiram reconstruir os tetos e vigas de madeira, uma solução vitalícia que garante privacidade e calor. Ao mesmo tempo, as esquadrias originais das janelas e portas foram mantidas e o design da cozinha teve uma renovação total, com ares de antigamente. A tradição das paredes de pedra, foi preservada, paredes que transmitem a confiança eterna e garantem proteção contra qualquer excesso e mudança de clima.

A segunda coisa a fazer foi a aplicação de novas e eficazes técnicas. O melhor exemplo, sem dúvida, foi a escolha do piso da sala de estar, da cozinha (espaços abertos entre eles) e do banheiro. É um microcimento, um material muito resistente, fácil de limpar sem juntas e por ter o seu acabamento polido, um bom reflexo da luz.

A casa é rústica mas a decoração é muito moderna, com peças como a lareira, de linhas muito limpas, apostando no ecleticismo, um estilo que presta homenagem ao bom gosto e se atreve a misturar móveis rústicos (como a mesa de centro na sala de estar) com um par de poltronas francesas.

O proprietário, colocou um sofá, também de ar francês, no salão de pedra e um tapete de juta maravilhoso, no quarto, uma grande cama em ferro forjado com dossel, empresta a este cômodo um toque romântico. O resultado mais arriscado, mas realmente brilhante, está no teto de vigas do banheiro, logo acima da banheira com design moderno, um delicado lustre de cristal de reminiscências clássicas. Um clássico reinventado, com muita personalidade.

Som de Stromae – Alors On Dance

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Na Sierra Malagueña !!!!!


Esta residência, com uma atmosfera leve e um toque de romance está localizada na Andaluzia espanhola, mas claramente tem raízes francesas, afinal, o estilo da Provença reina aqui. Vigas, pequenas lareiras, móveis soltos e confortáveis ​​são características de uma Provence que é amada em todo o mundo. Esse estilo transforma qualquer espaço em sinônimo de conforto. A montanha em que se encontra esta linda casa é a Sierra Malagueña, com vista para o mar, rodeada de oliveiras, pinheiros, alguns ciprestes quebrando o horizonte.

Som de Sam Smith – Too Good At Goodbyes

 

A sala de jantar ao ar livre é protegida por uma oliveira centenária. As plantas e as flores que cercam este espaço, o envolvem com aromas cativantes.

 

A cor branca está presente nas paredes, nas escadas, nos móveis e nos tecidos, e transforma esta entrada privilegiada com a sua luminosidade.

 

Tudo funciona ao redor da lareira Ela é o eixo em torno do qual o resto das peças na sala foram organizadas.

 

Em ambas as extremidades da sala, algumas estantes embutidas em “L” emolduradas com perfis de madeira não pintados, aumentam o calor e aconchego do ambiente.

 

Dois sofás confortáveis ​​de linhas clássicas e uma poltrona estilo Louis XVI estão agrupados ao redor da lareira, cercando uma mesa de centro, com uma linha mais informal.

 

Uma sala de jantar clássica.  Além disso, sua saída diretamente para o jardim é um convite para o exterior, com as mil e uma fragrâncias, para acompanhar as refeições.

 

Cozinha rústica!!!!!  A primeira coisa que nos surpreende são os azulejos decorados com bordas em ziguezague que cobrem a parede, simplesmente maravilhosos.

 

As escadas pintadas, o piso e o corrimão de ferro forjado, o aparador em estilo francês, e uma poltrona de estilo Luís XVI são prova da mistura de tradição e modernidade que esta casa oferece.

 

Os proprietários queriam um quarto relaxante, confortável e ao mesmo tempo acolhedor, para as crianças, por isso escolheram a cor azul.

 

Com ar romântico, a lareira e as saídas para o exterior dão ao quarto um ar quente, romântico e natural.

 

A cama e o banco a seus pés são de ferro, pintado de preto e acabamentos em cerejeira, que une a leveza e o calor. Em um dos lados, uma  cômoda de madeira portuguesa pintada de branco foi colocada como uma mesa de cabeceira, transmitindo delicadeza com suas linhas curvas.

 

A cadeira foi escolhida no estilo Louis XV para que suas formas arredondadas combinassem com a doce atmosfera que respira nesta sala.

 

Como todos os quartos, este para os hóspedes tem sua própria lareira, ao lado da qual foi colocada uma confortável poltrona Luís XVI para aproveitar o calor do fogo e também das fantásticas vistas.

 

Um santuário de bem-estar. Este é o banheiro, cuja decoração reforça ainda mais a sensação de serenidade assim que entramos.

 

A entrada para o chuveiro é em estilo marroquino, enquanto o mármore da bancada e da banheira impõem a sua nobreza.

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

 

 

A Casa de Jorge Vázquez !!!!!


Às vezes, coincidências nos esperam na primeira esquina. No caso do estilista das noivas mais elegantes, Jorge Vázquez, aconteceu através de um anúncio de venda de casas. “Eu estava procurando uma casa há um ano e meio sem encontrar nada, e foi minha mão direita quem a encontrou justamente ao lado do meu estúdio”, diz ele. “Quando a vi, tive a sensação de ter estado lá antes e lembrei-me de que, quando cheguei a Madri, estive em uma festa neste lugar, e o que mais me lembrei era que o chão era maravilhoso e o layout era perfeito”.

Tinha sido a residência de um antiquário e tudo se encaixava “, além de ter uma luz fantástica, com quatro varandas abertas para as principais fachadas, precisava apenas de decorá-la, meu amigo e decorador, Amaro Sanchez de Moya, responsável pelo design da minha loja em La Coruña pensou a mesma coisa “. Assim, ficou claro para este decorador, que ele tinha encontrado a casa dos sonhos e percebeu que, por algum motivo, as suas casas anteriores não tinham envolvido a sua decoração. “Foi um sentimento de que esta casa estava me esperando, é como se fosse um terno sob medida”, acrescenta.

Esta declaração não é pouca coisa, proveniente do couturier que triunfa nas passarelas, sua coleção JV de Jorge Vázquez Outono-Inverno 2016/17 foi premiada em 2016 com o prêmio L’Oréal como a melhor coleção. Logo ele concordou com Amaro que ” tinha que ser um reflexo do que sou, não queria uma vitrine, mas tinha que ser consistente com o meu trabalho, com a minha moda, com a minha vida, para mim tudo tem um fio condutor comum, e tudo o que eu gosto segue a mesma regra “, argumenta ele. E Amaro acrescenta: “as desvantagens foram muito poucas porque é uma casa com um personagem já impresso e é muito o gosto de Jorge”.

Tecidos florais, listras, cores, os limites foram dados por dois criadores que encontraram seu próprio equilíbrio. Jorge reconhece que enviou mensagens de madrugada, com fotos de algo que ele havia visto, resultado de muitas horas planejando e pensando em algo diferente, já que ele gosta de coisas muito diferentes, e tem esse toque feminino, herdado da moda, e o designer de interiores conjugou essas idéias.

Som de Ellie Goulding – How Long Will I Love You

O piso e as molduras monopolizam o olhar nesta área de reunião, presidida por um sofá-cama Louis XVI, início do século XX, estofado com tecido de Pierre Frey. À direita, trabalho espetacular do escultor Aldo Chaparro, da galeria Casado Santapau, em Madri.

 

Acima da lareira, em mármore vermelho, candelabros de cerâmica de majólica italiana dos anos 50, encontrados em Slou, e espelho em forma de sol convexo dos anos 60/70. Ao lado de uma poltrona, projetada por Amaro Sánchez de Moya e estofada com chintz, adquirida em Gancedo, luminária de ferro fundido. A luminária com pedestal de cerâmica, e tela de cetim rosa, é do estúdio do designer de interiores. À esquerda, bancos de jardim em porcelana chinesa do século XIX.

 

O efeito 3D do piso, de ardósia negra e mármore cinza e branco, dá movimento ao salão. A mesa com tecido sob medida, possui um antigo vaso de terracota com arranjo floral de samambaias. A poltrona dourada Luís XVI é uma das peças favoritas de Jorge Vázquez. A escultura do chão é de Carlos Albert.

 

No centro da sala de estar, um sofá dourado do século XIX, cujas costas descansam sobre um sofá projetado pelo designer de interiores. A poltrona com apoio para os pés, coberta com tecido vintage, é do estúdio do decorador, e as cadeiras Louis XV, revestidas com tecido de impressão animal, datam dos anos 30. Na parede, pintura de Isabel Valdecasas. O grupo de esculturas é composto por dois gessos da Real Academia de Belas Artes de San Fernando, e uma peça de Carlos Albert.

 

Em primeiro plano, combinando com a parede e o estofamento do sofá cama, sofá projetado pelo designer de interiores. Um detalhe, algumas almofadas, feitas com tecidos de veludo, misturam tapeçarias antigas. Ao lado da varanda, um pedestal em forma de um estilete desenhado por Amaro com uma velha alça giratória repousa na parede.

 

Ao lado da porta que conduz à sala de jantar, escrivaninha laqueada, do século 18 que Jorge Vázquez encontrou em Verde Gabán. É decorada com duas luminárias do Empire com abat jours de brocado antigos, e porcelana antiga no topo. Em primeiro plano, cadeira indiana, feita com entalhes em osso.

 

Sua coleção de pratos do século XIX, da fábrica de Pickmann em Sevilha, que vem sendo colecionada há 20 anos, é exibida nas paredes. A mesa de ferro fundido e o topo de mármore de Carrara são design Amaro. Nela, peças da louça Portomarínico , de Sargadelos, que Jorge usa diariamente.

 

Uma antiga tela bordada do antiquário Portici decora a parede da frente. Do teto, um lustre de conchas que “finalmente encontrou seu lugar perfeito”, diz o designer de moda. As cadeiras de estilo Louis XVI,  foram compradas em leilão, e mantêm o veludo da época.

 

As paredes da sala de jantar, exibem uma fantástica coleção de pratos ingleses Blue Willow, sobre um papel de parede chinês, de Cole & Son. A mesa está vestida de tecido rosa, com franjas extra longas feitas sob medida e uma toalha com tecido vichy.

 

A cozinha preserva o piso de pinho melis original, em espiga, que forma um desenho de uma teia de aranha no centro. As cadeiras de bambu dos anos 80 foram encontradas na loja Qwerty em Sevilha. No fundo, uma cristaleira tornou-se uma vitrine para abrigar sua preciosa louça.

 

As molduras do salão dão valor às gravuras francesas clássicas do século XVIII e respondem a “uma linguagem clássica que ecoa na arquitetura original da casa”, nas palavras de Amaro Sánchez de Moya. No fundo, um par de cadeiras de teatro.

 

O papel de parede de Cole & Son, envolve a parede e o perímetro do teto. A cabeceira da cama, estofada com veludo mostarda, é um design da Amaro. Nos aparadores do século XIX, comprados em leilão de Ansorena, luminárias feitas com vasos chineses, de Canton de Portici. O lustre de teto Carlos IV é de A-Tipica e a pintura (direita) de Bernd Ribbeck foi encontrada na galeria Casado Santapau. O chão, original da casa, é feito de madeira de pinheiro melis.

 

No banheiro, a cor lilás acinzentada das portas contrasta com o papel de parede.  A parede das áreas molhadas é de azulejo chanfrado, enquanto o chão esta coberto com tapete de sisal,(esquisito isso para um banheiro).

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

 

 

Natal na Finlândia !!!!!!!


Esta casa mágica de Inverno na Finlândia é a encarnação de tudo o que há de mais acolhedor que uma casa de família pode oferecer. Todo o valor  interior não está no mobiliário caro e materiais de decoração, mas em todos os detalhes, escolhidos a dedo, ou feitos pelos proprietários. A aconchegante luz noturna das fotos acrescenta a esta casa um toque ainda mais fabuloso.

Quando os presentes de Natal chegam às lojas, Hanna começa a decorar a casa. Piia, há muito tempo é a florista favorita da família e tem uma loja linda no centro de Turku, e faz a decoração de quase todas as festas e eventos desta cidade charmosa e linda.
“Pie fez os bouquês e arranjos de flores para a casa dos meus pais e eu quero continuar essa tradição”. Vamos ver e sonhar com esta casa? Aproveito para desejar a vocês todos um Natal maravilhoso em família com muita paz, amor e muita saúde!!!!!!!

Som de Michael Bublé – Something Stupid

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com