Um Paraíso Na Cornualha!!!!


Esta casa vagão, com uma inspiração boêmia fica  perto de Mawgan Porth, uma residência auto-suficiente com roupas de cama francesas e metais manchados que contrastam lindamente. Na grande transformação desta casa feita sob medida, foram usadas mobílias artesanais, materiais antigos e têxteis boêmios, oferecendo um refúgio verdadeiramente único na região da Cornualha.

Com seu espírito boêmio e sua alma nômade, este vagão de luxo inspira os proprietários a galoparem a cavalo ao longo do litoral, na vizinha Watergate Bay, ou simplesmente desfrutarem de uma cerveja sentados no deck da frente. Os suntuosos interiores e a localização rural encantaram este casal que procurava um lugar para as suas férias na Cornualha, observando o reflexo da lua, no lago natural enquanto aconchegados em cobertores e se deliciando com  marshmallows no braseiro, em tempos de Inverno.

O quarto king-size com banheiro luxuoso possui não apenas uma banheira, mas um chuveiro duplo. Levantar de manhã sem horário, ler um jornal, tomar um café, ou ir até a pastelaria nas proximidades faz com que as férias se tornem inesquecíveis.

Os jardins de flores selvagens que cercam Sundance explodem em cores maravilhosas. As portas francesas na parte traseira desta casa se abrem para um pátio fechado com vistas panorâmicas sobre o pomar (onde você pode até encontrar uma ou duas galinhas  para fornecer seus ovos para o café da manhã!). Sundance tem vista para uma lagoa natural, perfeita para mergulhar durante os meses de verão.

Sundance possui uma posição elevada com vistas rurais extensas e um deck frontal coberto com sofás e cadeiras confortáveis. De passeios pelos campos, compras nas boutiques ao redor, e dias preguiçosos à beira-mar, esta casa possui uma posição inigualável para tudo o que a poderosa costa norte da Cornualha tem a oferecer. Não se deixem enganar por sua aparência rústica, esta casa tem uma cozinha totalmente equipada, é aquecida centralmente e tem uma despensa com máquina de lavar e secar roupa. Sejam muito bem-vindos!!!!!!

Vou procurar este casal, para uma amizade sincera, sem interesse nenhum!!!!

 

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Um Duplex Em Estocolmo !!!!!!


Som do DJ Antonio – Here She Comes Again – Remix

Este apartamento em Estocolmo, era anteriormente de dois quartos e uma cozinha, mais tarde a cozinha foi convertida em um terceiro quarto. Em dezembro de 2015 foi autorizada a compra do piso superior do apartamento, que consiste em sala de estar, uma grande sala de jantar, cozinha, quarto, banheiro, quarto de vestir, lavabo e dois terraços. Esta obra foi concluída em Maio/Junho de 2015.

No nível superior estão a sala de estar e a cozinha com área de jantar, em um plano aberto e arejado que convida ao convívio com a família, e bons amigos. Grandes janelas com painéis de vidro fornecem luz natural e fazem a ligação com os dois terraços. Quando a noite cai e o frio chega, acende-se o lindo e antigo aquecedor de ferro fundido que funciona como uma lareira com tubulação para o exterior. O piso é de madeira maciça e o teto assim como as paredes são pintados de branco.

A cozinha é bem ampla e funcional para quem idolatra a arte de comer bem, bancadas em granito preto, e um fogão moderno com placa vitrocerâmica da marca Siemens, logo acima, uma luxuosa coifa de cristal que mais parece uma luminária, de marca Elica. O forno, microondas e máquina de lavar louça é da Ikea, a geladeira/freezer com máquina de fazer gelo, é da Samsung. A cozinha também é equipado com um refrigerador de vinhos. Há bastante armazenamento, com armários de portas  brancas e alças discretas. A grande parede com tijolos expostos dá o caráter desta linda cozinha. Durante o verão é muito agradável comer fora nos terraços grandes, onde há muito espaço para mobiliário externo e churrasqueira. Aqui você pode desfrutar do sol, do ar fresco e vistas do belo pátio do bairro.

O quarto principal tem um banheiro acoplado, funcionando como suite, e dá para um encantador terraço com uma linda vista, a porta de correr em vidro dá uma luz natural fantástica. Um clima delicioso para dormir tranquilamente, com teto inclinado e vigas expostas, criando uma atmosfera acolhedora. O banheiro contém um chuveiro, duas pias separadas e uma combinação de máquinas de lavar/secar roupa, em um lugar construído para o armazenamento de roupas.
A janela acima das duas pias enche este banheiro com luz natural. O piso é coberto com azulejos e aquecimento eléctrico. Há também uma área de vestir bem ampla no mesmo piso e perto do quarto principal, quase um camarim.

No piso inferior ficam três quartos, um banheiro, um lavabo e um escritório bem aconchegante. O tamanho desta maravilha? 184 metros quadrados!!!!!! Vamos entrar e ver de perto? Eu me mudaria em um piscar de olhos !!!!!!!

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Misturando Estilos!!!!


Som de Lisa Stansfield – Never Gonna Fall

Só podia ser o lar de uma editora-chefe, esta casa tem bastante personalidade e praticidade sem no entanto perder o romantismo e aconchego de uma casa de família. Foi exatamente o que a editora-chefe da Sunset Magazine, Irene Edwards, conseguiu nesta reforma e decoração. Mesmo demorando dois anos para aprovar o projeto final desta casa, ela definitivamente fez um trabalho incrível. Irene adora misturar estilos, o que é visto em toda a sua casa. Ela incluiu vários estilos, incluindo luminárias modernas, toques de preto brilhante e guarnições pretas nos tetos, bem como fotografias surpreendentes em diferentes áreas.

Outra coisa a notar é a mistura do tema rústico nesta casa do século 19 com toques modernos. Várias janelas foram acrescentadas por toda a casa para permitir que a luz natural seja aproveitada ao máximo. Ela também  gosta de plantas e flores que não apenas decoram os ambientes mas dão uma fragrância calmante a esta residência.

A decoração é clara, com alguns tons negros, e piso de madeira, que dá um ar de rusticidade aos ambientes. Ela é uma amante do luxo, como podemos notar por alguns acessórios em ouro nas diferentes áreas, incluindo os trilhos das cortinas, torneiras do banheiro, uma luminária de mesa, bem como um lustre completamente fora do normal. Esta casa define conforto e luxo que são misturados em um cenário antigo.

Irene comprou esta casa em estilo vitoriano com mais de um século na área da baía e enfrentou alguns desafios durante a reforma, como fiação elétrica, encanamento original e tantas outras coisas. O produto acabado é a prova positiva de que ter um designer ao seu lado pode ajudar muito.Esta casa foi concluída em pouco mais de um ano. Irene trabalhou com a designer de interiores Lynn K. Leonidas para dar vida ás suas ideias sonhadas, e o resultado é impressionante.

Nesta casa, Irene exemplifica como os detalhes de design fazem toda a diferença. Adoro as guarnições pretas por todo o teto, na maioria dos ambientes. Luminárias modernas e fotografias espalhadas fazem com que esta casa imponente do século 19 seja totalmente atual. O velho mundo e o mundo moderno se misturam por todos os cantos. Na sala de jantar, uma mesa de fazenda clássica é ladeada por duas cadeiras vintage e outras mais modernas brancas. As cortinas do chão ao teto acrescentam um toque tradicional que justapõe lindamente com a fotografia moderna e a luminária de teto.

Embora seja quase impossível escolher um espaço favorito nesta casa, a “piéce de résistance” é a linda cozinha. Dramáticos tetos de altura vertiginosa dão espaço para armazenamento da grande coleção de livros de receitas. Há uma bela mistura de acabamentos e texturas na cozinha, incluindo os maravilhosos azulejos de parede, estantes com olhar industrial desenhadas pela proprietária, com tubos e placas de pinho, bancadas de mármore e luminárias de latão. A cozinha assume um pouco a sensação de local do artesão, mas em perfeita harmonia com a vibração do resto da casa.

O amor pelas texturas e padronagens estende-se através dos quartos na parte de cima da casa. Irene fez uma escolha ousada no quarto principal, com papel de parede em motivo toile de jouy por toda parte. Eu não gosto muito desta padronagem, ainda mais em preto, mas o ambiente foi equilibrado com uma cama clássica, como uma cadeira de meados do século, mesa lateral em acrílico e luminária de chão bem moderna. O quarto tem ainda uma espreguiçadeira para torná-lo mais funcional.

Acho que esta casa presta uma bela homenagem aos detalhes históricos e clássicos de uma era vitoriana ao mesmo tempo em que é completamente funcional para a vida familiar de hoje, é também visualmente deslumbrante.

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

A Casa de Calvin Klein!!!


A casa do fashion designer Calvin Klein em Miami me lembra muito as suas coleções de roupa, linhas suaves e puras, sem nenhum exagero e muitos materiais naturais. Escondida no meio de uma floresta densa de vegetação tropical, tem muita madeira, muitos tecidos em algodão branco, poucos móveis, enfim um convite ao descanso e relaxamento para quem vive o estresse diário do mundo da moda.

A habitação em estilo colonial, foi construída em 1929 e adquirida por Calvin Klein em 1999 para se tornar o seu retiro privado. Com cerca de 500 metros quadrados e cinco quartos com banheiros, grande parte do mobiliário e antiguidades foram escolhidos pelo designer Axel Vervoordt.

Esta bela propriedade me agrada por várias razões: O pátio maravilhoso e a sua planta em que todos os quartos são voltados para o exterior, criando uma atmosfera relaxante e aconchegante.  No interior, o branco é a cor dominante, mesmo nas vigas de madeira, que são pintadas em tons de areia. Os espaços foram todos abertos e com ares diáfanos, inclusive a área entre o banheiro e o quarto principal.

Nos pisos, a combinação de madeira crua de demolição, com os mesmos tons das mesas e bancos de madeira que carregam história, e um concreto liso, oferece uma sensação de lugar sem artifícios ou frescuras. Claro, há toques contemporâneos, tais como portas de ferro e janelas, boas soluções para uma atmosfera clara, onde a luz natural entra por todos os cantos. Sejam bem vindos e uma boa Páscoa para todos!!!!!!!

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Puro Acaso !!!!!


Tudo aconteceu por acaso e com uma certa dose de sorte. A designer de interiores Jane Gowers encontrou uma minúscula foto de uma linda casa, folheando uma revista, porém em ruínas. Novamente a sorte lhes foi favorável pois a casa estava á venda exatamente na época em que ela e o marido procuravam um novo lar. Eles viram a casa, em um dos lugares mais lindos de Londres, e se apaixonaram imediatamente por ela. “Sabíamos que estava completamente em ruínas mas conseguimos ver o grande potencial que ela tinha”.

Com o marido trabalhando no exterior, casas em Dubai e Jerusalém para manter, e três crianças na escola, a vida de Jane estava mais do que ocupada. Ela precisava de construtores em que pudesse confiar, e desta vez não foi uma questão de sorte para que entrassem em contato com Broseley. Jane e seu marido tinham visto o buraco enorme no
chão da sala de estar, o quarto empilhado com garrafas quebradas e os pisos descontroladamente inclinados, mas foi Broseley que revelou que um dos quartos estava completamente coberto de amianto.

Jane decidiu demolir o lugar até que finalmente só o telhado e a escada permaneceram. “Foi muito tentador deixá-la assim, ficou incrível!” Ela diz, ou colocar dois pisos com tetos de altura dupla. Mas na realidade, a família queria mais espaço, e não menos, então eles fizeram escavações, adicionando um porão e aumentando a altura do teto do andar térreo inferior em um metro. O trabalho de reconstrução levou dois anos, e embora tivesse sido a intenção original de Jane decorar a casa de uma forma muito moderna, mas quando a obra ficou pronta, ela mudou de ideia.

“É como se o lugar falasse com você”, ela explica.  Outra consideração importante foi fornecer um fundo simpático para a arte indiana moderna que ela e o marido começaram a colecionar durante uma estadia de sete anos por lá desde 1994. “Há dez anos, tenho notado museus abandonando paredes brancas por cores mais escuras, e um fundo brando desmerece as nossas fotografias”.

Então escolheu-se uma paleta sutil de verde oliva com trabalho de madeira para as paredes da entrada. À esquerda, a sala de jantar, com uma bela mesa em nogueira, e cadeiras francesas dos anos 30, pintada em tons de terra suave, assim como a cozinha adjacente com um fogão La Cornue, que é tão pesado que o piso teve de ser reforçado. A partir daqui, portas duplas levam para um pequeno jardim no terraço, onde vasos de condimentos estão dispostos em rústicas e enferrujadas prateleiras.

Ao subir para a sala de estar, uma pausa no meio revela o espaço previamente coberto de amianto, agora um escritório cheio de luz, com suas janelas originais remodeladas, e decorado com uma mesa de meados do século. Há mais arte indiana e mobiliário do século XX na própria sala de estar, onde duas mesas de vidro e metal de Jacques Adnet, tão parecidas que quase poderiam ser chamadas de par, ficam entre os sofás elegantes encontrados em Nova York. Um par mais elaborado de mesas circulares dos anos 20 com tampos em onix e pés de ferro curvo ladeiam um dos sofás. Estes são alguns dos poucos toques exuberantes na sala, juntamente com um esplêndido candelabro de cristal e bronze Louis XV. Para as paredes, Jane pediu ao pintor especialista Sean Oldham, que também pintou o salão, para simular a pátina desgastada de um antigo palazzo italiano.

Há um tapete iraniano fino aqui, um dos muitos que o casal comprou durante sua estadia na Índia. No banheiro revestido de mármore, ao lado, a mistura de épocas continua, com uma luminária de vidro e bronze de 1830 pendurada acima de uma antiga banheira de cerâmica dos anos 30.

Três andares para baixo, um outro quarto no piso térreo, com paredes de tijolos expostos, tem uma perspectiva inteiramente diferente. O tranquilo jardim interno se abre de um lado para o jardim verde, e de outro para um quarto de hóspedes. Os tijolos, azulejos e cores do jardim ligam todos os três espaços. A sorte desempenhou o seu papel na compra da casa, mas também houve um bom julgamento. Para a sua restauração, Jane escolheu os construtores certos, misturou épocas diversas, e criou um fundo para a grande coleção de arte.

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Barcelona!!!!!!


O mosaico original em tons de azul e porta em arco com duas folhas revelam a idade desta habitação. O cacto de palha foi comprado em uma loja em Nijar (Almeria), o caixote é uma peça encontrada na rua e a mesa é dinamarquesa.

 

Diz o autor desta reforma, que cada trabalho “deve ter um bom diálogo entre função e emoção”, uma premissa que sempre lhe serviu para criar espaços com charme . Ao longo de sua carreira, Georg Kayser realizou várias obras particulares e também espaços públicos, bem como para empresas conhecidas no ramo da moda, e recentemente fundou o escritório Kayserstudio fundado há dois anos com o objetivo de criar projetos residenciais muito especiais. Um bom exemplo é esta casa cheia de personalidade e muito, muito charmosa.

Localizada no bairro de Gracia, em Barcelona, o apartamento é parte de um edifício de 1900 que mantém a sua identidade. “Existiam ainda um fogão a carvão e uma pia de mármore velho”, diz o arquiteto, que se propôs a manter muitas destas peças, para manter os elementos estruturais de tempo que se enquadram neste cenário. Neste sentido, tem sido um sucesso a paleta de cores escolhida para as paredes, tetos e madeira, já que algumas cores já existiam na casa. Por exemplo, pintura em tom de azul do corredor, baseia-se nas cores do piso e o tom café com leite do salão é inspirado pelo papel de parede original. O resultado são espaços quentes e cheios de riqueza visual, que pediam uma decoração atual, descontraída e despretensiosa, com mobiliário vintage, já que sua patina sempre conta uma história.

A ideia era dar valor para os elementos fantásticos e originais desta habitação. Assim, as portas interiores foram pintadas de escuro para destacar a sua forma, tetos e acabamentos são pintados de branco, contrastando com a paleta de cores quentes das paredes.
O apartamento tem muitos móveis, todos muito diferentes e agrupados por cor, material ou maneiras de atingir o equilíbrio.

Eu adoro este tipo de decoração, e a sigo na minha própria casa, antigo e moderno, heranças de família e peças com design mais atual, casa tem que ter isso, aliás as peças modernas aparecem muito mais quando em combinações com mobiliário mais antigo e gasto. Infelizmente hoje em dia grande parte das casas são super modernas e frias no meu ponto de vista. Tudo se parece com um lobby frio e impessoal de hotel. Elas se tornaram iguais entre si, cadeiras giratórias? vamos colocar em todas as casas, móveis da laca em todos os ambientes, nunca vou entender como um móvel de séculos passados comprado em antiquário pode ser bem mais barato do que móveis de laca retos fabricados em série, mas isso é para um outro post.

A sala é pintada em um tom de café com leite, para lembrar a cor do papel de parede original, do início do século. Um tom que também destaca a grande moldura branca do teto. Ao lado da porta, peças vintage, como a cadeira Egg , ou a lâmpada com difusor preto, modelo de Snoopy .

 

Mobiliário, como sofá em uma linha relaxante ou mesa de centro nórdica, ambos adquiridos no eBay, e uma moldura antiga. A lâmpada do teto vem da Zara Home.

 

Uma peça divertida,  criada por  Georg Kayser, “nuvem” , feita com um pedaço de poliestireno perto da lâmpada Louis Poulsen.

 

A sala principal nos leva a um outro quarto agora convertido em quarto principal.

 

Detalhes!!!

 

Sobre a bancada de carpinteiro,uma exposição de objetos. A mesa com candelabro é uma peça do designer norueguês Henry Walter Klein. As cadeiras são dinamarquesas e lâmpada do teto vem do Mercador de Veneza, uma loja de decoração.

 

Com uma impressionante galeria de três grandes janelas, este espaço foi alocado para as refeições, com uma vista excepcional dos antigos telhados vizinhos.

 

A cozinha tem uma área de trabalho com armários baixos em branco, aparelhos eletrodomésticos e bancada de madeira, todos comprados na Ikea.

 

Na cozinha, duas peças de mobiliário antigo e original que foram pintadas e recuperadas. Ao lado dele, uma mesa de laca branca e cadeiras dinamarquesas.

 

O lavabo dos anos setenta e a banheira antiga,  mantem viva a essência deste banheiro retrô. O espelho redondo é da Zara Home.

 

Aqui, toda a parte de carpintaria foi pintada em branco para dar mais luminosidade ao quarto.

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

 

 

 

Um Sotaque Britânico !!!


Lorenzo Castillo

 

Lorenzo Castilho, um designer espanhol de renome, trouxe o esplendor da velha Europa para um apartamento na Quinta Avenida, em Nova York, combinando-o com com a modernidade do Art Déco americano.

Foi-me pedido um apartamento  familiar, arejado e com bastante luz, com características e toque clássico europeu, mas ao mesmo tempo respeitando a modernidade da icônica Olympic Tower em que ele está localizado. “O edifício foi construído na década de 70 pela empresa de arquitetura Skidmore, Owings & Merrill de Chicago para o magnata grego Aristóteles Onassis “, diz o designer de interiores e antiquarista  Lorenzo Castillo.

Seu relacionamento com os proprietários, começou em Madrid, onde eles foram aconselhados a procurar peças de arte e antiguidades. Mais tarde foi responsável pela decoração da casa em Santo Domingo, República Dominicana, e simultaneamente por este apartamento na Quinta Avenida em Nova York, com mais de 200 metros quadrados e grandes janelas com uma vista invejável da Catedral de St. Patrick. É a segunda obra de Castillo na cidade (também assina o Hotel Room Mate Grace), a revista Architectural Digest inclui o seu nome em sua lista anual dos 100 melhores designers de interiores e arquitetos. O projeto levou tempo, eles passaram mais de um ano em leilões  e lojas de antiguidades do velho continente para caçar peças únicas.

“Queríamos que a família se encaixasse perfeitamente e que cada um tivesse o seu próprio espaço, sem sobrecarregar os ambientes”, continua ele. O espanhol optou por uma boa seleção de poltronas em estilo Inglês estofadas em tecidos leves como linho branco, chaises longues na sala, e veludo nas cadeiras e banquetas da sala de jantar.  “Nós não queríamos grandes estampas, mas um ambiente muito descontraído com tecidos lisos ou com pequenas geometrias onde a nota de cor se desse através de jóias clássicas do início do século XIX ou final do século XVIII. O espelho grandioso, a coleção de obeliscos ou as belas colunas da sala de estar. Todos têm em comum um design de linhas simples e materiais luxuosos.

Esta regra é quebrada apenas no quarto, onde Castillo colocou aos pés da cama um antigo sofá da Maison Jansen com pés torneados. Nas paredes, no entanto, a sobriedade é mantida com alguns espelhos em ébano e uma série de gravuras de Antonio Canova da era napoleônica. Na parte pública foi usada muita carpintaria laqueada de branco com painéis que escondem muitos armários, aumentando a sensação de profundidade. Obras de arte contemporânea  selecionadas a dedo, modernizam o ambiente. Esta suntuosidade continua nos banheiros, onde o mármore Calacatta, ou o alabastro egípcio translúcido com arremates em bronze prestam homenagem ao estilo Art Déco que inspirou os grandes arranha-céus de Nova York. O resultado respira a elegância, uma marca de Castillo, classicismo espanhol, em território americano, e com sotaque britânico.

Os painéis do hall escondem armários. Busto em Carrara, de Antonio Canova em um pedestal de Castillo, e escultura de bronze “Grand Tour” da Christie’s de Paris

 

Uma mesa em laca preta de  Josef Hoffmann na sala de jantar, aberta para a área de estar.Espelho Regency inglês, pratas Tiffany & Co. e lustre desenhado por Castillo.

 

Puffs em tecido geométrico e assento em veludo, na sala de jantar

 

Cozinha em madeira laqueada de branco, com área de trabalho em granito preto polido. Em segundo plano, cadeiras Bertoia Diamante, mesa feita sob medida e sofá estofado com algodão listrado.

 

Na sala de estar, da esquerda para a direita, chaises longues com tecido de linho cru, duas palmeiras em gesso de Serge Roche, duas poltronas dos anos 50 de Maison Jansen, mesas de centro projetados por Castillo, sofá George Smith forrado em veludo Schumacher, relevos de imperadores romanos do século XVII da Christie’s Londres.  Poltrona e puff com tecido geométrico, cortinas de linho e tapete também com motivo geométrico.

 

Na sala de estar, ao lado de uma chaise longue com uma manta de cashmere, mesa de ébano macassar  Art Déco . Na parede, quadro de  Jaume Plensa, Galerie Lelong de Paris.

 

No quarto, cama de dossel, luminária de tartaruga, bronze e ébano desenhada por Castillo e sofá forrado em seda. Na parede, uma coleção de gravuras de Antonio Canova do século XIX,  espelho e gravura romana do século XVIII, de Giovanni Battista Piranesi.

 

Ainda no quarto, poltrona de orelhas dos anos 70 com tecido Ralph Lauren casa, assim como o banco de zebra e latão. Cômoda espanhola de nogueira e espelho do século XVII.

 

O banheiro é em estilo  Art Déco, cobertura das paredes em alabastro egípcio e arremates em latão. Móveis de madeira, pia e torneiras Devon & Devon, e espelho em couro Jacques Adnet.

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com