A Casa De Praia!!!


O sofá azul marinho foi a primeira peça escolhida para a sala de estar desta casa de praia. Quer saber o motivo? Bem, é tudo graças ao apartamento de Will, da série Will & Grace. Fãs da série provavelmente saberão como é o apartamento incrivelmente elegante de Will, com um sofá parecido, forrado em azul marinho, onde Will, Grace, Jack e Karen frequentemente discutem!!! Foi o ponto de partida para o resto do espaço e nos levou a escolher o tapete da loja Ralph Lauren Home e o banco Otomano xadrez, de Miles Talbott. “Eu simplesmente amo todos os tons de branco e azul juntos, é tão aconchegante. O espaço é confortável e sofisticado, nós adoramos”. Ainda falta adicionar algumas cortinas, pendurar mais alguns quadros ou fotografias e terminar a lareira, mas é emocionante ver que a sala de estar da praia está quase pronta.

“A cozinha é o espaço mais substancial da casa em geral. Você entra na casa e vê a cozinha imediatamente, então é ótimo que tenha tanto impacto visual. “Estamos tão felizes por decidir que a nossa ilha da cozinha fosse pintada de uma cor diferente do armário principal. Comprei os armários feitos sob encomenda da Waterworks e adoro os tons de cinza com o marinho intenso. A cor cinza ficou maravilhosa contrastando com a textura dos bancos de bar, e o azul marinho contrasta lindamente com o piso de madeira de carvalho europeu. A cozinha de antes não era espaçosa nem prática, além de ser escura demais. Por isso mesmo, ao projetar o espaço, sabíamos que teríamos que optar por aparelhos menores para o painel (geladeira, máquina de lavar louça, etc.) para que os belos armários personalizados pudessem ocupar um lugar central sem distrações visuais pesadas. Nós também movemos o fogão de lugar, trocando a sua posição com a geladeira(escondida por uma porta dos armários). Isso ajudou a abrir o espaço e o fluxo visual e prático”.

“No nosso quarto, a parede verde é o principal foco para o resto da decoração. Meu motivo para escolher pintar a parede atrás da cama com uma cor acentuada era simples: impacto. Eu sabia que, destacar esta parede, seria uma forma de acentuar as formas arquitetônicas deste espaço. A casa é em estilo Cape Cod tradicional com tetos altos no andar de cima. Ao invés de tentar disfarçar esta característica, eu estava ansioso para abraçar sua forma arquitetônica. Ao pintar a única parede deste espaço neste tom de verde aconchegante, é acentuada a arquitetura deste quarto, criando um interesse visual no espaço. Existem janelas em três das quatro paredes para que o espaço seja inundado de luz. O espelho antigo sobre a cômoda de 3 gavetas é uma das minhas peças favoritas em toda a casa. O estofamento listrado da nossa cama acrescenta uma nova padronagem, ao mesmo tempo em que tempera a riqueza da parede verde. Além disso, o recuo onde está localizada a nossa cama, torna o nosso espaço super aconchegante”.

Som de Madonna – Vogue

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Em Tróia !!!!!!!


Noemi Marone Cinzano não pretendia apaixonar-se por este lugar. Ela simplesmente estava explorando, os arrdores e sua curiosidade a levou a um lugar maravilhoso, uma extensão isolada de pântanos e bosques atrás das dunas de uma praia incrivelmente longa na Península de Tróia, em Portugal. Os 50 acres de terreno ficam lado a lado com o último recuo do terreno de seu amigo Christian Louboutin, o designer de calçados francês, o que tornou ainda mais sedutor este lugar. Noemi, a herdeira muito loira e muito bronzeada da marca de vermute italiana, já tinha uma casa linda, uma propriedade e vinhedo na Argentina, onde produz Bodega Noemía de Patagonia, um premiado e biodinâmico Malbec. Mas ela gostou da ideia de se mudar para a Europa, de estar mais perto de seus dois filhos já adultos com o seu ex-marido, o Conde Gelasio Gaetani d’Aragona Lovatelli, um escritor que também é vinicultor notável. Apesar da proximidade da propriedade portuguesa ao resort Jet-Set da Comporta, ela achou esta região maravilhosamente discreta, como ela diz, “um pequeno segredo”.

Noemi comprou o terreno, derrubou a casa da década de 1980, e convocou um amigo de longa data, o reverenciado designer de Londres, Cinzano comprou o pacote, derrubou seu prédio inexistente na década de 1980, e convocou um amigo de longa data, o reverenciado designer londrino, John Stefanidis, para criar o novo refúgio. Stefanidis é um elegante egípcio conhecido por suas esplêndidas decorações e cujos clientes incluem Westminsters e Rothschilds. Primeiro trabalhou com Cinzano no início da década de 1990 em sua antiga casa em Londres, uma bela casa Regency chamada Broom Villa. “John tem um estilo muito mediterrâneo, e ele gosta de luz”, explica Cinzano.

Ele ficou mais do que satisfeito em assumir a tarefa. “Noemi é maravilhosa e muito chique, ela sabe como ninguém fazer uma atmosfera agradável”. Estes clientes têm uma vida adorável, e um talento nato na família. O irmão de Cinzano, Enrico, fundou o Projeto Alabama, a casa de moda artesanal americana, antes de se tornar um admirado designer de móveis, e seu bisavô Giovanni Agnelli foi o criador da Fiat.

A proprietária explicou a Stefanidis que queria usar a residência de Portugal durante todo o ano, e que seria mais um refúgio do que um lugar para entreter convidados. “Uma casa egoísta”, disse ela. Dois quartos de hóspedes e nada mais. Ele desenhou os planos para um andar térreo com espaços de fácil fluxo, um pequeno segundo andar para uma sala, quarto de hóspedes, e uma varanda convidativa com vista para a lagoa da propriedade, as dunas, e mais adiante, o Atlântico. “É tão silencioso e inspirador”, diz Cinzano. “Eu tenho um amigo que quer escrever um livro aqui”.

A paleta de cores gira em torno de seus matizes preferidos. “Sim, eu gosto de rosa e verde”, ela diz com uma risada enquanto corre a mão carregada de esmeraldas sobre sua blusa de linho rosa pálido e brinca com um pendente colombiano de esmeralda natural. O chão da cozinha é de cimento framboesa, um dos quartos de hóspedes é acentuado com um tom de gerânio, as cadeiras de jantar da varanda são rosa flamingo, a mesa de jantar é pintada de verde e o hall de entrada é pintado com o brilhante pó de esmeralda brasileira. Desde que Cinzano vendeu a Broom Villa alguns anos atrás e armazenou o seu conteúdo, ela tinha uma quantidade razoável de mobiliário e peças de arte para a nova casa, incluindo um par de mesas reais do século XIX, pertencentes ao avô dela, e um quadro de Aldo Mondino, retratando  Lord Byron, que aparece sobre a lareira. “Ela trouxe o passado, por assim dizer”, diz Stefanidis.

Cinzano e Stefanidis preencheram a casa com as criações de seus amigos. Stefanidis também produziu várias peças únicas, incluindo, uma mesa de centro com uma marchetaria poética do vento e estrelas em madrepérola e lápis Lazuli. “Para refletir o romance do lugar”, ele explica.

O paisagista francês Louis Benech, um amigo de Cinzano que também estava de férias na região, ajudou a planejar o jardim, e o fazendeiro espanhol Fernando Martos completou as plantações, incluindo um bosque de laranjeiras e limões, uma horta e 15 mil pinheiros. “Portugal é um dos maiores produtores de pinhões”, observa Cinzano. Ela também tem uma pequena vinha. Ao lado da lagoa, Cinzano construiu o que ela chama de ” pagode”, um pavilhão ao ar livre onde ela se senta com seus cães, 14 ao todo, e observa o por do sol sobre o oceano.

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Long Island !!!


“A forma prevalece sobre a função” é o lema da designer de interiores Jennifer Vaughn Miller, quando se trata de projetos para os seus clientes, mas “para uma pequena casa com uma filha de quatro anos de idade”, como a que ela mora, em Southold, NY, ” vale a função, ” diz ela. Construída em 1706 pelo moleiro de sua cidade em Long Island North Fork, a sua casa de praia de dois quartos tem tanto o caráter (telhas e vigas expostas) como as peculiaridades (tetos baixos e pisos um pouco irregulares) de uma casa histórica.

Quando ela e seu marido, Derrick, estavam procurando uma casa de fim de semana para comprar em Long Island há quase uma década, eles eram muito jovens e não podiam gastar muito. O casal descobriu este marco histórico online e ficaram felizes em saber que fazia parte da casa um lote vizinho, além disso, servia também para uso comercial.

A casa estava em condições para a mudança quando os Millers a compraram, excepto por algumas cores “excepcionais” da pintura. “Quando digo isso, quero dizer que cada guarnição, todas as vigas, e cada placa de base era de um tom de tijolo avermelhado, e todas as paredes eram verde aipo”, diz Jennifer. E depois havia o quarto no andar de cima, com suas paredes em tom de calêndula, com um stencil de folhas de videira marrons pelo teto todo, hoje em dia a casa é inundada com tons neutros, principalmente cinzas claros e brancos. Começar a reforma foi um trabalho de amor. “Derrick e eu retiramos cada pedaço de madeira externa da casa e pintamos todas as paredes ao longo do tempo para economizar dinheiro”, diz ela.

Além disso, as reformas foram mínimas. O casal colocou no banheiro do andar de cima antigos azulejos de uma estação de metrô e argamassa cinza escura, pintaram o piso todo, reformaram a cozinha, e colocaram novas bancadas, utilizando antigos e baratos blocos de madeira de açougueiro. “Apenas mudanças superficiais”, diz Jennifer.

A linda coleção de antiguidades da família foi trazida lentamente conforme os lugares que chamaram a atenção de Jennifer. “Para os meus clientes, eu sempre começo o projeto com desenhos, criando todo o ambiente, mas nesta casa o projeto foi acontecendo naturalmente”. “Se eu  preciso de um armário para abrigar livros e brinquedos, eu compro o primeiro que eu gostar mais, e vou encontrar algum lugar para ele na nossa casa”. Segundo Jennifer, móveis soltos são bons para qualquer fase da nossa vida, já que eles são adaptáveis a vários lugares.

A sala é equipada com um sofá branco bem confortável, um aconchegante otoman, e cadeiras de couro e aço, acrescentando um pouco de masculinidade a esta sala.

 

Atrás do sofá, Jennifer criou uma galeria de pequenas pinturas náuticas na parede, com molduras vintage.

 

Uma antiga pintura a óleo paira acima lareira muito pequena da sala de estar.

 

A cristaleira de madeira para guardar louças é da loja preferida de Jennifer. “Eu tenho tanta louça, pratas e vasos que decoro a cristaleira todos os fins de semana de uma forma diferente, dependendo do meu humor”, diz ela. “Eu sempre tenho que ver o que tenho, ou esqueço.”

 

A cristaleira “foi um ótimo lugar para colocar todas as minhas peças queridas e ainda ver com o que posso contar”, diz Jennifer. “Eu amo tanto as minhas porcelanas antigas que as uso para todas as ocasiões”.

 

Na sala de jantar, uma mistura de estilos, começando pela luminária de vidro Sputnik  da metade do século, uma mesa de jantar industrial e um dispositivo elétrico de luz  néon estampado com o apelido da filha.

 

Um crânio de animal e uma escultura em chifre são itens inesperados entre copos gravados e pratos antigos.

 

A cozinha dos Millers recentemente reformada, tinha anteriormente uma bancada de faux-granito e armários brancos. A parede de tábuas de açougueiro é o foco principal, e agora ela está bem mais limpa.

 

“Nós amamos fugir da cidade e usar o nosso quintal, por isso temos sempre a música bem alta lá fora, e ficamos constantemente entre a cozinha e o ar livre”.

 

Jennifer abriu espaço para um piano e uma cadeira em sua entrada.

 

Pilhas de livros adicionam personalidade para o parapeito da escada.

 

“Eu acho mais fácil manter uma paleta neutra como uma tela, a casa realmente pede paredes brancas, e ela é tão pequena com toda a antiga madeira em vários lugares e vigas no teto. Ele precisa respirar.”

 

Tallulah dorme em uma cama de inspiração vintage na cor azul pálido.

 

A coleção de vestidos em tom pastel de Tallulah é a imagem perfeita para a paleta suave de seu quarto.

 

O banheiro era pintado em um tom de azul-bebê quando o casal comprou a casa. Além dos azulejos, eles pintaram as paredes de um tom de verde dos macarons. É realmente suave e dá-lhe um pouco de personalidade “.

 

A designer diz que a sua coleção de arte representa muitas das suas peças mais sentimentais. “Eu encontrei estas coisas em vários lugares e antiquários, e eu me lembro de comprar cada um deles.Mas eu amo tudo isto porque temos trabalhado arduamente em tudo nesta casa “.

 

Acrílico  é uma alternativa inteligente para uma mesa de cabeceira, neste tradicional quarto.

 

“Todo o pátio dos fundos era em concreto sólido, com um pinheiro que pingava bagas suculentas por tudo”. “No momento em que a árvore caiu com o furacão Sandy, tivemos que mudar tudo. Eu coloquei as pedrinhas no piso com um muro de contenção de cedro, e que me permitiu, em seguida, plantar o perímetro circundante, em hortênsias. “

 

“Fizemos um pequeno estúdio para Tallulah para que ela possa pintar e fazer a sua bagunça.” Serve também como quarto de brinquedos.

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

 

 

 

 

No Mediterrâneo !!!


Um jovem casal com quatro filhos queria uma casa que fosse aconchegante e acima de tudo fácil de manter. Porque na verdade, quando se tem quatro filhos, as palavras de ordem em relação a um lar são facilidade e praticidade. De repente o casal encontra esta casa tão sonhada, mas com um único problema, ela é centenária. O que fazer?

A casa é de 1907 e é catalogada. O que significa isto? Os proprietários poderiam reformá-la, desde que preservassem a sua arquitetura e elementos únicos. A torre? Teve que ser completamente recuperada, mudando as telhas de cerâmica, por telhas novas imitando as originais e reconstruir tudo novamente, explica Juan Carlos Escrivá, responsável pela reforma.  “Claro que se apaixonar por esta casa foi muito fácil. Com uma arquitetura única e uma vista de babar, a promessa de que cada verão seria o melhor de nossas vidas estava sempre em nossas cabeças”.

Eles não podiam tocar na parte externa, mas por dentro tinham plena liberdade. O piso térreo estava cheio de pequenas salas e os proprietários queriam demoli-las para ganhar um grande espaço aberto, ideal para um casal com quatro crianças. Assim, a sala de jantar, cozinha e sala de estar partilham uma grande área comum com acesso ao terraço. Ah … o terraço, mais do que um terraço, uma dádiva de Deus. Despertar logo pela manhã com esta vista maravilhosa, fazer as refeições tendo pequenas embarcações como pano de fundo, ou ler um bom livro á noite com a brisa fresca do Mediterrâneo, não tem preço.

No interior, a sala está organizada em duas áreas: na frente da cozinha, um canto de leitura e relaxamento com um par de poltronas, e uma mais completa e familiar com um grande sofá em frente da lareira. Embora a decoração seja refrescante e dominada pelo branco, azul e cinza, de acordo com um ambiente marítimo, esta não é apenas uma casa de verão. Por isso mesmo a existência de uma lareira , “pedido expresso dos proprietários”, e aquecimento nos pisos radiantes, o que mantém a casa fresca ou aquecida, dependendo da época.

Acreditem ou não, na área da cozinha, as portas deslizantes são quase invisíveis, e são utilizadas conforme desejo dos proprietários para uma maior intimidade. Com móveis de um tom cinza intenso e bancada de aço, um foco de cor apreciado na atmosfera dominada por tons neutros. A cozinha é precisamente a menina dos olhos do proprietário. Eles adoram cozinhas, então tudo foi pensado de acordo com as suas necessidades.

O quarto, no entanto tem uma decoração feminina, com uma cabeceira de madeira e colcha do mesmo tom de azul do mar. É no último andar e a vista é fantástica.

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Vivendo Em Newport


 

52fc1749dbfa3f5aca00331b._w.540_s.fit_Quando Miles e Antena compraram esta casa em Newport-Rhode Island foram seduzidos pelo estilo tradicional americano, mas queriam uma transformação que desse a esta residência datada de 1892, o charme de uma casa a beira mar. Mais de uma década depois e com todas as obras concluídas a casa consegue reunir um estilo sofisticado e casual ao mesmo tempo. O teto desta sala é de madeira recuperada e tratada de um velho celeiro de Vermont. Anteriormente, este teto era de uma textura feia e impossível de se remover, então a única saída foi cobrir todo o teto com estas tábuas maravilhosas e históricas. Como fundo musical para esta visita fiquem com Anita Baker.

52fc1727dbfa3f5a6c0034a9._w.1000._h.1000._s.fitAs paredes brancas, portas envidraçadas e muitas prateleiras também brancas fazem um lindo contraste com o teto escuro e rústico. Estes contrastes resultam sempre em ambientes aconchegantes e elegantes, eu gosto muito, uma casa tem que ter recordações de uma vida passada, lembranças de entes queridos e presentes de amigos, sem isso corre o risco de parecer fria e impessoal.52fc1741dbfa3f5d3d0033d3._w.1000._h.1000._s.fitA cozinha é integrada com a sala de estar. Todos os armários e prateleiras foram desenhados pelo dono da casa e feitos por um carpinteiro local que se tornou amigo deste casal. Neste ambiente os convidados e a família batem longos papos enquanto Antena prepara o jantar.52fc173ddbfa3f5a6c0034ab._w.1000._h.1000._s.fitMais um detalhe da cozinha, o fogão embutido é to tamanho ideal para as necessidades desta família. As cortinas de bambu são um charme especial e filtram a luz de uma forma toda especial, eu particularmente gosto muito, assim como gosto da luz indireta que vem do abat-jour em cima da bancada, um pequeno detalhe que fica muito charmoso. A porta de correr evita perda de espaços e recebe uma obra confeccionada em palha pintada, de um artesão local.52fc1745dbfa3f5ac4003370._w.1000._h.1000._s.fitTudo nesta cozinha foi pensado para aproveitar os espaços, na parede lateral um quadro negro pra recados e receitas, acima um desenho feito pela filha caçula do casal. Por toda a casa veremos pequenas obras de arte das crianças.52fc1724dbfa3f58d7003225._w.1000._h.1000._s.fitHall de entrada, em toda a área social da casa impera a mistura de madeira em contraste com as paredes e portas brancas, a porta de entrada é um sonho e vão poder vê-la detalhadamente em outra foto.52fc1762dbfa3f5ac4003374._w.1000._h.1000._s.fitO teto da sala de jantar recebeu papel de parede em textura, valorizando o espaço. Neste ambiente vários detalhes em azul, como as cortinas e quadros. A decoração é simples e robusta, todos os móveis soltos foram trazidos da antiga casa que era mais clássica e com estilo mais pesado, mas aqui essa sensação foi eliminada através das paredes brancas e de espaços mais amplos.52fc1769dbfa3f5a110035e1._w.1000._h.1000._s.fit

52fc176fdbfa3f5ac70034b7._w.1000._h.1000._s.fitNo detalhe mais algumas obras das crianças, uma memória constante nesta casa. Miles muda constantemente as coisas de lugar, ele assim como eu, não tem medo de errar e vai melhorando a casa a través de seus ” novos olhares “. Não é raro Antena chegar a casa e encontrar tudo em novos lugares, ou um novo projeto de reforma em andamento…….isso sou muito eu,

52fc1778dbfa3f59780032f0._w.1000._h.1000._s.fitMiles fez desta antiga dispensa um bar muito charmoso e foi o responsável por toda a marcenaria, é o seu canto preferido da casa e faz a ligação entre a sala de jantar e o escritório.52fc1799dbfa3f57b90031f8._w.1000._h.1000._s.fitO escritório e sala intima, ligado á sala de jantar pelo bar. Aqui Miles se cerca de todas as suas preciosidades e recordações, uma das poucas áreas em que o branco das paredes não reina absoluto, mesmo assim um lambri de madeira emoldura todo o ambiente.52fc1793dbfa3f5b490032e3._w.1000._h.1000._s.fitLivros,porta retratos e recordações de viagens forram a estante de madeira pintada de negro. Neste pequeno refúgio Miles entra no seu mundo de estudos e novos projetos, nada de crianças ou barulho, aqui reina a paz.52fc1725dbfa3f5aca003319._w.1000._h.1000._s.fitE aqui encerro mais um home tour, desta vez com um proprietário que se preocupa e gosta de assuntos relacionados a decoração e construção, como esta porta descoberta por ele em uma obra em demolição e reconstruída inteiramente por suas mãos. O batente em forma de concha só aumenta a sua beleza. Uma boa segunda feira para todos,esta semana uma nova experiência……..intercalar os posts maiores com fast posts e considerações relativas a decoração, para que o blog possa retornar diariamente que tal?

 

 

Casa na Ilha de Maiorca


6aEsta casa em Maiorca ( é a maior ilha do arquipélago das ilhas Baleares, localizado a lesta da Espanha, e sua maior cidade é Palma de Maiorca ), pertence ao arquiteto Amador Calafat-Busquets e é um sonho que se tornou realidade. Amador nasceu na ilha mas apaixonou-se por uma alemã que estava de férias em Maiorca, logo se casaram e resolveram começar a vida em Hamburgo ( Alemanha ). Formou a sua vida profissional e familiar nesta cidade, mas seu coração estava sempre na sua ilha natal. Nos invernos rigorosos de Hamburgo sempre lembrava da sua cidade, sonhando com aquele céu de um azul límpido e do ar mediterrâneo. Foi exatamente numa noite fria que ele teve a ideia de construir uma casa em Maiorca. Pouco a pouco foi idealizando a casa na sua cabeça, e em cinco anos o projeto estava mentalmente desenhado em sua cabeça de arquiteto, era tempo então de torna-la realidade. Em quase todos os verões o casal viajava para a ilha, mas ficavam  em hotéis, ou em casas alugadas, e o sonho era de ter a sua casa própria, criada a seu próprio gosto. Esta casa respeita a tradição da arquitetura Maiorquina, com muita pedra ( lindas por sinal ), telhas de barro e venezianas de madeira. Segundo Amador, é uma das regiões mais belas de Maiorca e vários amigos moram por perto. Nesta ilha tem muita gente de Hamburgo, existe até uma colina chamada de ” Montanha dos Hamburgueses “. O jardim, um verdadeiro sonho, tem uma pérgula repleta de bougainvilles, paixão da família. O projeto real da casa começou com o pátio interno que é o coração da casa já que tudo o mais gira em torno dele. Na sala principal ficam a sala de jantar e a parte de convívio, que se comunicam por  um arco maravilhoso em pedra Maiorquina. Os quartos dos filhos e para eventuais hóspedes fica no andar de cima, cada um com seu próprio banheiro e closet. No quarto principal, armários brancos feitos sob medida e uma decoração simples. As portas e janelas da casa estão sempre abertas para que o ar e a luz possam entrar. Para entrarem no clima desta cidade fiquem com a música do maravilhoso guitarrista Ottmar Liebert, tocando Santa Fé.

21aAs oliveiras demarcam a entrada desta casa com paredes de pedra.5aUm espetáculo da natureza, uma parede viva de bougainvilles.22aNo pátio, um pergolado de madeira coberto também de bougainvilles que são característicos da região.1aAmador explica que no verão, quando chegam, está tudo florido e eles escolheram esta tonalidade de rosa para todos os bougainvilles da casa. Mesa de madeira bruta e cadeiras de vime com assentos e almofadas de algodão dão um charme a esta área de refeições. Ao fundo mais um pergolado repleto de flores.3Como eu sempre digo, pequenos detalhes são tudo. Jogos americanos de ráfia pratos típicos da região e sempre flores na mesa.2aMais um detalhe deste pátio de sonho, deste lado um canto reservado para um bate papo, olhando essa maravilhosa paisagem e esse lindo céu azul.7aO grande arco que faz a comunicação entre as duas salas é em pedra Maiorquina. Cores claras e tecidos de algodão ajudam a refrescar o ambiente , móveis de madeira com um pé na rusticidade são um verdadeiro charme.8aDetalhes…………9aUm outro angulo da sala, no chão um Kilim em cores sóbrias e que combinam com os outros tecidos.10As almofadas com motivos de mapas são lindas11aSala de jantar, a combinação da mesa de madeira bem pesada com as cadeiras de palhinha é perfeita, e o jardim  está presente também dentro de casa.12aAo fundo a porta de correr separa a cozinha. O lustre é de ferro trabalhado e cristal.13aEsta cozinha é fantástica, o piso de cerâmica tem uma moldura de pequenas pedras onde fica a mesa central de madeira envelhecida. Todos os armários foram feitos sob encomenda, assim como as prateleiras. A pia tem um bloco de pedra imenso e maravilhoso.15aAqui um detalhe da pia e da mesa incrível desta cozinha.16aO proprietário afirma que  ver o nascer do sol neste pátio da palmeira é o seu momento preferido. Muitas áreas e recantos externos, afinal é verão e a vida se passa aqui fora.17aTudo respira a conforto.18aAs flores estão sempre presentes, seja em forma de pequenos bouquets ou grandes arranjos.19aAté o roupeiro fica charmoso com detalhes simples.20aA casa é nova, mas Amador quis que ela ficasse com ares de casa rural, típicas da região. Espero que tenham gostado, eu adorei esta casa e começo desde já a procurar uma próxima para vocês. Um ótimo fim de semana para todos.

Casa de Praia em Portugal


12A uma hora de Lisboa, Comporta é um verdadeiro paraíso localizado no litoral sul de Portugal. Não à toa, a região se tornou o local preferido para as férias de famílias portuguesas e também de estilistas como Christian Louboutin e Jacques Grange.

A beleza natural de Comporta também encantou a designer de móveis reciclados Pequenina Rodrigues, que resolveu construir ali um refúgio conectado com a natureza. A estrutura da casa é dividida em quatro cabanas de pesca tradicionais. Na cabana principal, encontram-se a sala e a cozinha. Nas outras cabanas ficam os quartos e banheiros. Construída sobre a areia e com estrutura de madeira reciclada, as cabanas são conectadas por caminhos abertos pelas dunas.

A combinação entre azul e branco deu ao ambiente uma sensação de tranquilidade e bem-estar. Uma decoração simples e aconchegante, em perfeita harmonia com o delicioso local!

Designer de móveis reciclados e restauradora, ela comprou quatro casas de pescadores e desenhou uma casa muito particular com cabanas interligadas formando uma vila divina! Impossível imaginar um refúgio mais encantador!  21
Área da piscina perfeita par um “dolce far niente” contemplativo…32A decoração da casa segue diversos tons de branco e azul, dando um clima de frescor aos ambientes42Em todas as cabanas, é destaque o uso de materiais naturais. Decoração rústica mas de muito bom gosto, combinando perfeitamente com uma região praiana.5Absolutamente inspirador não? A vegetação cresce ao redor no meio da areia, a natureza é sempre sábia.61Em plena conexão com a natureza, em Comporta, o charme e a privacidade são muito bem guardados.Em meio a esse lugar privilegiado e ao enorme respeito ao meio ambiente que caracteriza o trabalho de Pequeninha, o espírito de reciclagem aparece por todos os cantos.8Aqui, de novo o azul se faz presente, parece um pouco com os tons usados nas casinhas da Grécia.93Continuo com a minha opinião de que não há a necessidade de coisas grandiosas e caras para uma decoração de bom gosto, essa casa é a prova disso, as cores e detalhes são a beleza da casa.102Os armários da cozinha são todos em alvenaria. Esta solução bem mais barata, combina perfeitamente com a casa e torna-se mais prática para visualização dos objetos. Mas para ficar bonito tem que estar sempre organizado e com objetos que conversem entre si. Mais um elemento decorativo usando o que você já tem112Este peixe trazido do Kenya é uma das muitas recordações que a dona espalhou pela casa. No Kenya este peixe é muito comum (Merlin Azul)  e existem muitos trabalhos em madeira retratando-o.121Detalhes das cadeiras da sala de jantar… todas diferentes, umas de ferro, outras de madeira, mas todas combinando. A mistura das paredes brancas com alguns móveis de madeira fica muito chic, eu gosto muito.13Tapete de sisal, também trazido do Kenya. Na estante, objetos simples como vasilhas de vinho (algumas são tão bonitas que dariam lindos pés de abat-jours) e bichos de madeira. Acima da lareira uma escultura representando a cauda de uma baleia. O banquinho da esquerda veio de Guiné-Bissau.18O banheiro é todo em alvenaria.19No dormitório, quadro com colar africano.20Quarto do casal, com as paredes revestidas de tábuas de madeira em pátina clara.211Rústico na medida certa, as portas dos armários vazadas e com bambu aparente.22Palha, bambu, madeira recuperada, palha velha, móveis antigos, objetos abandonados… depois de passar pelas mãos da designer, assumiram nova vida, de extremo bom gosto!241Sim, isso existe e fica bem pertinho de casa261Difícil imaginar um recanto melhor!!! Estou enganado? Uma ótima semana para todos.