O Loft de William McLure !!


O designer de interiores, e artista plástico William McClure, mudou-se de casa. A casa anterior já tinha sido motivo de um post meu, em A Casa de William McLure !!!!!! e estou bastante apaixonado por este novo loft. Lembram-se do apartamento anterior? Bom, a nova casa de William é um loft moderno em que ele fez uma reforma gigantesca. Eu adorei a arquitetura industrial emparelhada com a mistura eclética de móveis antigos,  vintage e acessórios. William muitas vezes também compartilha fotos de sua obra de arte (ele é um pintor talentoso) e eu não posso deixar de cobiçar as telas em grande escala penduradas por todo o loft. Graças às fotos de sua adorável conta no Instagram , você pode explorar mais a nova morada de William, e conhecer seu querido cachorro Weimaraner!

Quando William McLure se encontrou pela primeira vez com seu futuro senhorio, ele tinha muitas perguntas.

Ele poderia pintar as paredes? Não. Nem mesmo os armários? Não. E quanto ao piso? Não. McLure, um artista e designer, descartou as muitas outras perguntas que tinha e assinou um contrato para o loft do centro da cidade de qualquer maneira. Ele então, começou a transformar o espaço cinza e escuro em uma tela em branco para exibir seu trabalho.

McLure queria mudar o loft escuro para um espaço confortável, leve e arejado, para entreter e exibir suas obras de arte. Ele começou a transformação pintando o espaço de branco, as paredes e o chão. Seu espaço é um verdadeiro loft, o que significa que não há paredes divisórias, então McLure criou uma área privada para seu quarto com uma cortina dramática que a separa do resto do loft. Ele suspendeu uma de suas obras de arte do teto para quebrar o espaço e dar a ilusão de uma parede. Mesmo optando por uma paleta branca no espaço, a arte de McLure cobre grande parte das paredes, porque para ele, a arte é fundamental, quando se trata de decorar uma casa.

Para ele, a iluminação também é essencial para uma casa bem projetada. Um candelabro, do artista Serge Mouille e datado da década de 1960, paira sobre a tradicional mesa de jantar. Pingentes extra grandes acima da ilha da cozinha são da Ikea. McLure renovou-os com óxido de cálcio para que combinassem com a vibração industrial do espaço, que também possui dutos expostos e tubulações no teto.

A cozinha teve que ser completamente remodelada. “Ela tinha armários de carvalho bem caros, mas só porque algo é caro não significa que é bom.” Ele substituiu os gabinetes genéricos pelo que parece ser mármore de Calcutá, mas na verdade é fórmica, reduzindo consideravelmente o custo. De acordo com o tema branco, ele substituiu o backsplash de mosaico da cozinha por um azulejo de metrô branco. Contratou um empreiteiro para fazer o trabalho, mas acabou terminando ele mesmo.

Os bancos do bar são do famoso arquiteto Harry Bertoia, e no lado oposto da ilha, McLure acrescentou armários de aço inoxidável para combinar com os novos aparelhos. Ele removeu os armários de cozinha superiores, e os substituiu por estantes abertas para um visual minimalista, e também adicionou uma prateleira flutuante atrás da mesa da sala de jantar, para uma área de exibição e um ponto focal. Lá ele tem uma de suas gigantescas peças abstratas exibidas, embora ele diga que muda frequentemente.

Na sala de estar, os livros servem como decoração principal. “Esse é o tipo de vício terrível”, diz McLure sobre sua vasta coleção de livros de mesa de centro. “Eu não tenho TV a cabo ou TV. Eu literalmente só tenho Wi-Fi, então os livros são a minha saída. Quando eu tenho um dia de folga, eu pego um livro.”

Atrás da cortina branca onde fica o quarto de McLure, ele exibe uma das poucas peças de arte que não é dele: uma tapeçaria antiga. Um dos seus melhores achados. A tapeçaria estava em uma loja de molduras há quase dois anos, quando ele finalmente decidiu perguntar sobre ela. “A loja estava prestes a fechar, então eu perguntei a eles a história por trás disso”, diz McLure. “É uma tapeçaria do século XVII. Alguém a trouxe para ser restaurada, mas nunca voltaram para pegá-la. Me disseram se eu pagasse sua conta e a moldura, poderia tê-la.”

Agora está pendurada atrás da cama. Com um showstopper assim, McLure diz que o espaço não precisa de muito mais. A roupa de cama é branca, e McLure acrescentou textura com uma manta de pelo falso. Armários flutuantes flanqueiam a cama, dando espaço suficiente para um livro e seu telefone. Ele não precisa de muito mais.

Som de Henrique Iglesias – Tired Of Being Sorry.

 

 

Um Caso de Amor !!!!


Alguns anos atrás, como uma forma de a parabenizar pelo ótimo trabalho, conhecidos em comum começaram a telefonar para Elizabeth Ingram para lhe dizer que Alton Brown gostava de vários restaurantes que ela projetara em Atlanta, que incluem Beetlecat, Marcel, Superica El Tigre, e agora, Golden Eagle.

Mas havia apenas um problema: “Ela não sabia quem eu era, então não fazia sentido para ela!” Isso pode parecer difícil de entender para qualquer um que já tenha se conectado à Food Network nas últimas duas décadas: Brown é o criador e apresentador do Good Eats , e principal comentarista do Iron Chef America e do Cutthroat Kitchen, de lá, seu curriculum vitae continua. Mas este mês, na frente de amigos e familiares em Charleston, ele adicionará mais um título ao seu currículo: o de marido de Ingram.

Talvez a ignorância inicial de Ingram em relação a Brown se devesse ao seu próprio nível de sucesso: na indústria de design de restaurantes, bares e residências, Ingram tem sido uma designer muito requisitada desde o tempo em que Brown trabalhava na televisão; no ano passado, ela até lançou sua própria linha de móveis, que inclui elegantes bancos, cadeiras e sofás. Apesar de muitos projetos, Ingram encontrou tempo para participar de uma noite de autógrafos de  Brown para seu livro, EveryDayCook , em outubro de 2016.

Brown deu a Ingram seu cartão, inicialmente esperando conseguir sua ajuda para refazer a sala de estar de seu escritório. Mas logo, ele precisou novamente de seus serviços: a reforma e a decoração de um apartamento em Marietta, na Geórgia, que Brown comprou sem saber como era o interior.

Em uma reviravolta do destino, a compra deste apartamento pode ter sido uma das melhores decisões que ele já fez. Depois de enviar um e-mail a Ingram dizendo que poderia ​​haver um upgrade na relação de trabalho, de um pequeno apartamento e um escritório a um grande loft, o casal embarcou em uma renovação de sete meses, e o início de um namoro que começou no verão de 2017. A capacidade de Brown de deixar Ingram seguir em frente no processo de design e a aptidão do casal para trabalharem juntos também ajudou no romance entre eles.

Logo logo, acabou se tornando a casa de Ingram. Ela agora reside no apartamento de três quartos estilo loft que ela inicialmente projetou para Brown. “Em algum momento, as reuniões se transformaram em encontros, diz ele. “Eu não vou mentir, comecei a ansiar por vê-la mais do que ao espaço.” O casal ficou noivo em abril de 2018, pouco mais de um ano depois de terminar o trabalho no apartamento.

Brown não está apenas dizendo isso porque a arquiteta que ele contratou em breve será sua esposa também, mas ele afirma que nunca morou em um lugar em que não quer sair para trabalhar de manhã, e em que mal pode esperar para chegar em casa no fim da tarde.

Som de Michael Bublé -Feeling Good

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Precisa de ajuda? Quer organizar o seu guarda roupa? Duvidas para combinar peças que já tem? Entre também em contato pelo blog, ou pelo E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Um Apartamento Pequeno na Suécia!!!!


A primeira coisa que chama a atenção neste elegante apartamento sueco de 86 m² é a altura do pé direito, não usual neste tipo de habitação, mas se considerarmos que é em um edifício do final do século XIX, fica mais fácil de entender. As janelas espetaculares terminaram com um arco em forma de ogiva, e apesar da grande dificuldade foram mantidas e restauradas.

A luz natural flui e se reflete nas paredes brancas, tetos, vigas e piso, assim como na decoração. Apenas quebram a aparência branca total, elementos de madeira natural ou pintados de cinza claro, como os móveis da cozinha.

A sala de estar é separada do quarto por uma grande e moderna janela de vidro, dando mais privacidade para a área intima, mas com muito espaço para móveis, uma cama grande e um closet.

O mobiliário e decoração em estilo nórdico é simples para não tirar o foco dos elementos arquitetônicos e estruturais. Espero que gostem.

Som de Adam Smith – Pray

 

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Precisa de ajuda? Quer organizar o seu guarda roupa? Duvidas para combinar peças que já tem? Entre também em contato pelo blog, ou pelo E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Um Loft no Soho !!!!


Escondido no Soho, com vistas para o horizonte da baixa Manhattan, uma bela fachada de ferro fundido é a entrada para este edifício do início do século XX que leva a importância do aço à sua supremacia.

Este loft está equipado com um elevador original, que abre diretamente na sala de estar, vigas de pinho e colunas de madeira originais, todas as grandes janelas emolduradas por aço preto, e radiadores remodelados. A equipe do escritório de arquitetura BECKY SHEA DESIGN, conseguiu fazer a reforma completa em pouco tempo, o que exigiu um conhecimento sério sobre a arquitetura original, e como reformar os elementos que considerou críticos para a autenticidade do design do bairro do Soho.

Foi recuperada toda a parte de tijolo e madeira, e repintados todos os radiadores em um tom de negro profundo. Foi construído um novo andar, mantendo a escada e porta do elevador na sua forma original em aço, e foram abertos espaços iluminados e arejados. No andar debaixo, 7 salas. O aço enegrecido complementa os materiais naturais quentes, enquanto que todos os móveis foram colocados lentamente à medida que a construção se desdobrava, incluindo alguns elementos que o cliente encontrou durante as suas muitas viagens.

Para garantir que o investimento destes clientes fosse maximizado, os planos já estão definidos para adicionar um quarto adicional e armários. O resultado é uma casa espaçosa e acolhedora para desfrutar de uma xícara de chá quente e um belo livro na sala de meditação, ou para entreter a família e os amigos em uma ocasião especial.

Som Hallelujah – Daniel Martin Moore & Apollo Chorus

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Precisa de ajuda? Quer organizar o seu guarda roupa? Duvidas para combinar peças que já tem? Entre também em contato pelo blog, ou pelo E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Escritório Squire & Partners !!


A primeira loja de departamentos em Londres, um imponente edifício eduardiano de 1500 metros quadrados, recupera todo o seu esplendor como sede do estúdio de arquitetura Squire & Partners.

A nova sede do estúdio de arquitetura Squire & Partners é um desses escritórios onde todos nós gostaríamos de trabalhar, e funcionários felizes elaboram projetos felizes. Mais de 200 funcionários fazem parte desta grande empresa. Berlim, Cairo, Dubai, Bogotá, Kranj ou Ruanda são apenas alguns dos locais onde seus projetos imobiliários residenciais, urbanos e de luxo estão se desenrolando. Uma das suas mais recentes obras é o edifício Lexicon Building, na City Road, um dos novos ícones no cenário londrino.

O escritório, recentemente inaugurado, de aproximadamente 1.500 metros quadrados, tem diferentes espaços de trabalho, várias salas de reuniões e áreas para eventos que são disponibilizadas para a comunidade local.

Quando Squire & Partners descobriu este edifício, ele estava muito danificado. Havia sido abandonado e ocupado por diferentes tribos urbanas há anos. A surpresa foi descobrir que, sob camadas e camadas de graffiti, estuques e tetos de gesso, alguns elementos históricos ainda eram preservados, recordando seu passado distinto, os armazéns Bon Marché, da época eduardiana. Eles abriram suas portas em 1877, no bairro de Brixton, ao sul do Tâmisa, e adotaram seu nome e estética dos famosos armazéns franceses. Eles foram os primeiros no Reino Unido e também o primeiro edifício com uma estrutura de aço no País.

O primeiro compromisso dos arquitetos e designers de interiores da equipe Squire & Partners foi limpar a construção das terríveis intervenções sofridas ao longo de sua história para devolvê-lo ao seu estado original. Para  isso, eles trabalharam em colaboração com artesãos e fabricantes de móveis para encontrar um equilíbrio entre design moderno e grandeza decadente. Na parte externa, o projeto foi focado em reverter anos de negligência e abandono, reativando o nível da rua com janelas originais como parte do espaço de exposição. Para isso, as camadas de tinta adicionadas ao longo dos anos foram eliminadas, descobrindo o material original, a pedra, o mármore e a terracota da fachada.

No piso térreo, uma área de recepção marcante recebe visitantes à chegada. Também neste andar ficam a exposição de maquetes, e duas lojas: uma dedicada ao vinil vintage e outra, uma torradora de café. Os espaços de trabalho estão no primeiro e segundo andares, caracterizados por espaços abertos com posições de trabalho individuais apoiadas por uma série de áreas de reunião para o compartilhamento de grupos de trabalho. No último andar, fica a cantina. Com tudo isto é provável que, neste momento, as solicitações de projetos estejam transbordando nas mesas dos arquitetos.

Som de Benjamim Clemantine – London

Detalhe das vitrines originais!!!

 

As janelas da empresa inglesa Crittall , que se distinguem pelo perfil de metal que as molda, foram restauradas sempre que possível, embora algumas tivessem que ser substituídas.

 

A torre do edifício eduardiano. No último andar, adicionou-se um novo nível, que inclui uma série de pavilhões em carvalho com telhados de cobre.

 

No piso térreo, uma área de recepção marcante recebe visitantes à chegada.

 

Os espaços comuns foram decorados com peças originais e réplicas do período em que o edifício foi construído.

 

Outra imagem da recepção.

 

Um detalhe de uma das lojas.

 

A oficina para a realização de maquetes e modelos, as pessoas que passam pela rua podem observar o trabalho.

 

Além do uso do escritório, eles também oferecem facilidades para artistas locais e estudantes, para que eles possam desenvolver seus projetos aqui.

 

Todas as salas de reuniões estão equipadas com telas, para apresentações, multimídia e serviço de chá ou café.

 

Os espaços de trabalho estão localizados no primeiro e segundo andares, caracterizados por espaços abertos com posições de trabalho individuais apoiadas por uma série de áreas de reunião para o compartilhamento de trabalhos em grupo.

 

Outro espaço de trabalho.

 

Uma série de vazios foram cortados através do prédio para criar volumes dramáticos, além de proporcionar visões entre os diferentes níveis.

 

Descascar o edifício de volta ao seu estado bruto revelou uma grandeza decadente e um extraordinário compromisso com artesanato e detalhes, pelos artesãos que criaram os detalhes originais anteriormente.

 

Uma cúpula de vidro artesanal substitui o domo pré-existente.

 

Um graffiti contemporâneo, intervenção dos arquitetos, inspirado pela nova cúpula de vidro.

 

Acesso do térreo ao porão. A altura dupla permite a entrada de luz natural no porão.

 

Nos estágios iniciais do projeto, foi estudado manter os elementos como pisos originais de mogno e teca de 111 anos, uma grande escadaria central com revestimento de azulejos em suas paredes, bem como uma série de radiadores de ferro fundido e uma notável pátina de cores que documentam a história do edifício.

 

Detalhe da arquitetura original.

 

O porão está destinado ao uso de funcionários com vestiários e um magnífico estacionamento para bicicletas.

 

Os motivos decorativos dos trilhos de escada serviram de inspiração para o projeto de azulejos ou padrões que foram aplicados em diferentes superfícies.

 

Cada andar tem uma cozinha escritório para preparar chá, café ou beber um refrigerante.

 

O contraste entre cobre e preto cria uma atmosfera elegante e dramática.

 

A cantina, onde os 220 funcionários da Squire & Partners podem desfrutar de um menu diário pelo modesto preço 2 dólares.

 

Um detalhe da cantina.

 

Outra visão do restaurante.

 

Um detalhe dos banheiros.

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

 

 

Decoração Eclética !!!!


Completamente destruído, e com uma reforma muito mal feita, nos anos 70, este apartamento em Madrid, no bairro Senado foi um achado, apesar de todos os problemas e obras a serem feitas.  A designer de interiores, Isabel López-Quesada, praticamente demoliu o apartamento e o reinventou com toda a liberdade, sem seguir regras definidas na reforma anterior. Uma aventura para a qual contou com a completa cumplicidade da proprietária e para a qual usou conceitos cosmopolitas, e acima de tudo, uma completa autonomia. O luxo desta obra foi a preservação do estilo original deste edifício do século XVIII, mantendo os materiais e elementos arquitetônicos, juntamente com outras preciosidades, como os frescos do teto da sala principal, com um valor estético enorme. As cores, nesta pintura, parecem ter literalmente escorrido para os tons da decoração desta sala, através da tonalidade de tecidos escolhidos pela decoradora.

A distribuição dos cômodos não segue referências ortodoxas, e para aproveitar a luz natural que entra das quatro varandas, ficam nos extremos, o escritório, aberto para a sala de estar, e o quarto principal. “Aqui colocamos algumas portas antigas, de madeira e vidro, para não esconder a lareira e dar uma maior sensação de espaço. Na parte mais privada deste quarto está a cama”, explica Isabel López-Quesada. Um ponto de sua desinibição criativa é a forma circular dada ao espaço de jantar, e o tapete com um padrão geométrico de poder visual inquestionável. O resultado? um pied-à-terre para um casal e seus convidados que transpira uma atmosfera fresca e elegante, graças a sua riqueza cromática e sofisticação na mistura de mobiliário. Puro charme.

Som de Carly Simon – The Right Thing To Do

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Escritório Com Cara De Casa


 

Este escritório de design e arquitetura, o Circle Line Interiors, fica em Dnepropetrovsk, Ucrânia e foi totalmente reformado. Já que os designers de interiores elaboram projetos para clientes, é sempre bom ver o que eles projetaram, tendo eles próprios como cliente. A área total é de 140 metros quadrados.

Há uma área elevada, com uma enorme mesa por toda a extensão da parede, proporcionando muito espaço de trabalho. A localização em frente a grandes janelas oferece uma vista agradável para os funcionários. “O espaço teve de ser cuidadosamente planejado. Ele tem uma estrutura bastante incomum: teto de 4,50 metros de altura e janelas a partir de uma certa altura (eles começam a partir de 2,1 metros do chão). Por isso, tivemos de pensar muito quando planejamos o espaço. A solução foi criar um palco com uma mesa gigante ao longo da linha das janelas. Desta forma, todos os nossos arquitetos e designers podem aproveitar a luz natural”.  Aqui o cachorro, mascote deste escritório também tem o seu próprio local de trabalho.

A cor branca da área de trabalho reflete a iluminação do teto, e os materiais translúcidos permitem e filtram a entrada de luz em outras áreas. A bancada percorre toda a parede e continua pela parede lateral, nesta área elevada.

“Decidimos criar espaços abertos com diferentes áreas onde os nossos funcionários pudessem ficar quando em busca de inspiração. Por exemplo, nós temos sofás  em ambos os lados da escada que leva à principal zona de estar com poltronas verdes. Desta forma, estamos nos movimentando e comunicando o tempo todo. Ao mesmo tempo, temos uma área separada dedicada a reuniões com clientes e fornecedores. Ela também pode ser usada quando alguém precisa de um momento de solidão.

O ambiente de trabalho é bastante amplo, e ocasionalmente quebrado por divisões em forma de caixas, que recebem várias plantas trocadas conforme a estação

Olhando de cima para baixo este escritório tem vários ambientes de descanso e confraternização. Descendo as escadas, dois sofás em ambos os lados, oferecem espaço para sentar e ler, com iluminação montada nas colunas de concreto logo atrás. Em ambos os sofás, um pequeno braço de madeira, usado para pequenas anotações, ou descanso para uma xícara de café, durante as reuniões de grupo. Logo atrás, uma estrutura em forma de casa, com vidros translúcidos, abriga a área da cozinha e refeições. “A nossa cozinha está situado em uma estufa e o lounge é colocado sob uma pérgola. O Lounge está cercado por grandes treliças com plantas trepadeiras que criam uma sensação de estar no jardim.”

“Trabalhamos com grande quantidade de diferentes amostras e precisamos de muito armazenamento, portanto, todo o espaço abaixo da área elevada é usado para isso.”

“Uma das áreas mais brilhantes (literalmente) do nosso escritório é o corredor que leva ao banheiro. No começo era  um corredor muito escuro e estreito. Para torná-lo mais amplo nós cobrimos ambas as paredes com espelhos, abaixamos o teto, pintamos de preto e forramos o teto com lâmpadas. Agora é quase uma instalação de arte. ”

Vamos entrar?

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com