Azul Profundo em Moscou!!!


A casa de um designer é como um campo de treinamento para as idéias mais ousadas. Não há a necessidade de coordenar essa ou aquela decisão com alguém, e convencer o cliente sobre um interior colorido demais. Neste pequeno apartamento de 55 metros quadrados, em Moscou os proprietários criaram um espaço eclético incrível, construído em um tom rico e profundo de azul, papel de parede com palmeiras, e lindas janelas persianas de madeira do chão ao teto.

Ao escolher um apartamento, Peter e Cyril já sabiam exatamente como deveria ser. Um quarto e uma sala separados, uma cozinha mínima, sem corredores, espaço de armazenamento suficiente e sempre com uma vista panorâmica de Moscou. Quando foi encontrada uma opção adequada com uma área de 55 m², os arquitetos fizeram a primeira visualização do interior. Uma delas calma, em cinza e bege. E então surgiu a ideia de usar a cor azul. “Este apartamento ficou assim porque fizemos por nós mesmos, porque nem todos os clientes concordam com esse experimento”.

Primeiro, eles testaram a cor na parede de um apartamento alugado para ver se ficariam confortáveis ​​vivendo cercados de azul. Desde a compra do apartamento, quando a casa ainda estava em construção, os arquitetos começaram a comprar materiais de decoração e móveis. Peter lembra: “Quando a nova coleção de papéis de parede  apareceu, nos apaixonamos por essas palmeiras gráficas, compramos imediatamente, e os rolos ficaram em uma sacola, esperando o lugar certo”. Foi a partir do papel de parede que a cor salmão do teto no quarto foi pensada.

O apartamento é bacana não apenas nas cores, mas também em soluções construtivas. Por exemplo, os arquitetos copiaram a ideia de persianas de madeira em vez de cortinas, nas janelas do Museu Getty, em Los Angeles, e sua execução de alta qualidade exigiu engenhosidade. O resultado foi uma ilusão de ótica peculiar, persianas do chão ao teto dão a impressão de que as janelas também têm toda a altura da sala, embora, na verdade, sejam de tamanho padrão.

Para evitar confusão na pequena cozinha, criaram uma divisória para fechá-la, mas na verdade toda a casa está limpa e arrumada, e a divisória agora serve como pano de fundo para uma foto.

A escolha dos móveis foi abordada com um cuidado ainda maior. Não existe um único item aleatório. Por exemplo, durante uma viagem ao campus Vitra, eles se apaixonaram por uma cadeira criada por Jean Prouve em 1939 e reimpressa pela marca de jeans G-Star RAW. “Apenas duas cópias foram trazidas para a Rússia e uma delas está na nossa sala de estar!”

Outro experimento é a iluminação bastante fraca, eles gostam mais de luz fraca do que brilhante. Portanto, na sala de estar, existem apenas quatro spots embutidos, luminárias de chão, arandelas fracas e um par de luminárias de mesa. No quarto, apenas duas arandelas de Louis Poulsen. Eu adorei o resultado e vocês??

Som de Freya Ridings – Lost Without You

Loft em Estocolmo !!!


Como projetar um espaço em um antigo edifício industrial com tetos altos e plano aberto? Os proprietários deste apartamento em Estocolmo, com apenas 53 metros quadrados, decidiram instalar uma enorme biblioteca doméstica em toda a parede e criar o quarto mezanino acima da área da cozinha.  A biblioteca em um interior sempre parece espetacular e acolhedora, mas com tais tetos a impressão é até aumentada. Também vale a pena mencionar outra solução, uma das paredes da sala de estar é espelhada, por isso o espaço parece muito maior do que realmente é.

Os antigos proprietários construíram dois lofts para utilizar as superfícies da melhor maneira possível em relação à altura do teto. Muito cuidado foi exigido ao projetar esta casa e toda ela tem uma linha escandinava clara com um esquema de cores bem sóbrio.

O que chama a atenção nesta, casa é a sala de estar grande, convidativa e fresca, onde magníficas janelas da virada do século, juntamente com a altura do teto e o piso de concreto bruto, dão muita personalidade. A parede espelhada dá à sala ainda mais efeito, capta e reforça as estantes de livros, muito importantes na decoração, para dar um toque pessoal à casa. As janelas são tão profundas que são o lugar perfeito para ler. O sol da tarde e da manhã entra pelas janelas altas, que no verão oferecem vistas verdes das copas das árvores do lado de fora. 

A cozinha é de bom gosto com portas brancas lisas e um espelho de vidro que cobre toda a parte de cima da pia. Os mesmos elegantes pisos de concreto estão nesta parte da casa. Na cozinha há uma pequena geladeira (freezer está localizado sob o loft no lado oposto da cozinha), máquina de lavar louça, fogão e forno. O piso plano aberto em direção à sala de estar resulta em espaços agradáveis ​​para contato. Esta é uma casa para receber amigos. 

Os dois lofts são aproveitados da melhor maneira possível e foram construídos pelos proprietários anteriores. O teto acima da cozinha é usado como um loft de dormir e de cima você tem uma vista maravilhosa da casa, a altura do teto deste loft é pouco mais de 140 cm. 

No outro sótão, no lado oposto da cozinha, existe hoje um sofá-cama embutido e superfície para uma pequena mesa e uma poltrona, boas instalações de armazenamento estão disponíveis no espaço abaixo. A altura do teto neste loft é de pouco mais de 190 cm. 

O banheiro é espaçoso e tem lugar para uma máquina de lavar. Um detalhe interessante é a bancada de madeira em volta da pia. Acima, um armário de banheiro com portas espelhadas.

O hall de entrada dá uma boa primeira impressão e está muito bem decorado com uma estante embutida, parede de espelho e um tapete elegante de sisal que se torna elegante contra o piso de concreto na cozinha e sala de estar.

Som de Liv Dawson – Talk

 

Morando Em 47 M2 !!!!


Já se imaginou morando em um apartamento de 47 metros quadrados? A princípio parece uma gaiola, mas com imaginação e boas ideias este espaço parece bem maior e muito aconchegante.

A primeira sensação ao entrar neste apartamento é de conforto e muita claridade. Uma enorme parede de tijolos é maravilhosamente iluminada a partir de duas grandes janelas viradas para o Sul. Uma sala elegante, arejada e luminosa com abertura para a cozinha, com uma meia parede dividindo um espaço para armazenamento de sapatos e uma pequena arara para roupas do dia. As janelas gigantes contribuem para a entrada de uma incrível luz natural que ilumina sala, cozinha e área de refeições.

A cozinha italiana de alta qualidade é totalmente branca, com excepção de um pequeno espaço de azulejo em tom de cinza escuro. Uma área  bem pensada e com bons espaços de trabalho e boas instalações de armazenamento. O corredor liga os quartos deste apartamento e fornece armazenamento ao longo da parede inteira e por toda a sua altura. Da sala podemos ver os telhados característicos de Gotemburgo.

Um quarto tranquilo e muito aconchegante com paredes em cinza fosco. Uma grande janela com vistas para o pátio fornece a luz necessária. Através de uma escada, o teto bem alto oferece a possibilidade de um outro quarto, ou armazenamento extra.

O banheiro é bem grande e muito bem pensado, as paredes  são totalmente revestidas em azulejo branco, e no chão um piso lindo também em cinza, com cara de cimento queimado. Um casal pode perfeitamente morar aqui de uma maneira bem confortável.

Som de Indila –  Dernière Danse

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

A Casa de Brady Tolbert !!!


Uma sala de estar, com paredes básicas em bege e branco e um sofá de veludo cinza, com esta descrição  não se espera muito da casa do designer Brady Tolbert. Adicionemos as luminárias elegantes, que apresentam uma estrutura na forma de globo dourado, tapetes brancos e plantas, e temos uma área convidativa de sala de estar, que qualquer visitante ficará encantado. Um espaço onde você pode relaxar e aproveitar o tempo com a família e os amigos depois de um dia difícil.

As áreas da cozinha e da sala de jantar também combinam maravilhosamente. A cozinha tem bastante dourado, com uma luminária dupla pendurada no centro deste espaço. As prateleiras abertas, sustentadas por mãos francesas de metal dourado, ajudam a criar uma sensação de espaço maior, os objetos de madeira assim como as muitas panelas de cobre quebram a rigidez do branco total. Panelas de cobre penduradas, ao lado do canto do café, criam um espaço acolhedor e convidativo para as visitas. Um fogão a gás completamente branco, e a geladeira preta são os destaques nesta cozinha.
Um recanto de refeições cria uma atmosfera acolhedora e convidativa, para desfrutar de uma xícara de café da manhã ou almoço simples com familiares e amigos. A mesa branca com cadeiras de aço dourado e assentos pretos conversam perfeitamente e o padrão do piso xadrez preto e branco, criando um tema único.
O quarto principal possui luminárias de chão e de parede trazendo mais luz indireta para este cômodo. Uma cama grande, com um banco de madeira aos pés, para armazenamento, oferece um espaço limpo e acolhedor para relaxar no final do dia. As ripas de madeira penduradas nas paredes são perfeitas para armazenamento, ou mesmo para adicionar alguma decoração. Uma cadeira de canto, com peças de arte distintas na parede, convida á leitura de um bom livro. É o quarto mais despojado deste apartamento.
Um banheiro com temática vintage é a paixão deste morador. Um espelho simples com moldura em ouro (encontrado em toda a casa), pia branca, paredes de azulejos e velas perfumadas, completam o espaço perfeitamente. Vocês podem observar o estilo vintage, com um toque moderno de peças como os metais, criando um espaço verdadeiramente espetacular.
Brady Tolbert nasceu e cresceu em Utah, e adquiriu esta casa onde mora há aproximadamente 4 anos. “Desde uma idade muito jovem, sempre prestei muita atenção ao design das formas, que as pessoas que me rodeavam não entendiam muito bem. Alguns chamaram isso de “especial”, minha avó chamou isso de “consciente” e minha mãe chamou isso de “normal”. Mas, o amor e o desejo do que eu chamo de design me levaram a uma vida abundante em criatividade. Tudo o que acabou acontecendo durante meu tempo na escola deve ter funcionado quando comecei a trabalhar como estagiário sob o comando de Frank Gehry, em Washington, DC”.
Som de Michael Kiwanuka – Cold Little Heart

 a
 a
 a
 a
 a
 a
 a
 a
a
 a
 a
a
a
 a
 a
 a
a
 a
 a
 a
 a
 a
a
 a
a
Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Versalhes em Berlim !!!!!


Thomas Rook é um estilista e designer de interiores, natural de Munique, mas filho adotivo da cidade de Berlim há aproximadamente 10 anos. Ele decidiu construir o seu próprio lar na capital onde menos é mais, quebrando todos os esquemas de estética  desta cidade.

A reforma deste apartamento original de 1901, o típico “cortiço”, é deslumbrante, nele tinha morado uma velha senhora que acabou falecendo, e por acaso, Thomas comprou este apartamento transformando-o em um lugar de luxo.

” Encontro a minha inspiração nos antigos palácios, minhas raízes estão no sul da Alemanha, e sempre admirei tradições e artesanato local, que assim como a história cultural são uma fonte de inspiração para mim”. Beirais, portas, e até os antigos aquecedores cobertos de azulejos ainda estão lá, para contar a história da cidade e do edifício. O charme original é mantido com suas características de estilo e seus máximo detalhes. Thomas quis recuperar a alma deste espaço combinando-o com o estilo cosmopolita de Berlim.

O maravilhoso papel de parede é do designer sueco Sandberg, os azulejos da cozinha foram escolhidos de um artesão de Berlin, bustos e obras foram resgatados de lojas de antiguidades, um sofá antigo de seus avós foi forrado novamente. Os quadros são de Harald Erath, seu parceiro atual,(não gostei nada, principalmente do redondo na cabeceira da cama), e o banheiro tem um estilo romano adorável.

Ao fazer uma turnê pelo apartamento podemos ver o piso com inspiração no palácio de Versalhes. “A minha casa reflete a minha fixação pelos estilos e cores que eu admiro ,” diz Thomas.

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Compacto e Chic !!!!


Cinza, cinza, lindo cinza, uma cor considerada “sem graça”, mas sonho de um designer de interiores. Paredes cinzentas e pisos cinzentos, uma tonalidade que faz lembrar uma sombra, que transforma salas de estar e quartos em ambientes elegantes, acolhedores e muito, mas muito chiques.

O designer de interiores desta casa utilizou o cinza de uma forma magnífica. A cor é usado extensivamente em toda a decoração. Um decorador inteligente nunca pode usar demais ou muito pouco desta matiz camaleônica. É muito parecido com um tom neutro e funciona com qualquer cor.

O esquema de cores da cozinha é um exemplo ideal da adaptabilidade desta “sombra” maravilhosa. O armários em estilo clássico foram concebidos a partir de linhas simples e retas perfeitamente acentuando o esplêndido design. Os em bronze complementam a tonalidade cinza escuro, enquanto as cortinas e toalha de mesa criam uma cena mágica. O piso de madeira clara, os azulejos brancos, a bancada em mármore, e os utensílios de aço inoxidável brilhantes consomem o nosso olhar.

O layout de plano aberto liga a sala de estar e a cozinha, criando uma área generosa para entretenimento e relaxamento. A sala de estar tem mobiliário confortável, mas escasso, deixando espaço para a mobilidade sem grandes esforços. A poltrona, em brocado dourado adiciona uma sensação de aconchego para a decoração, e o que seria uma sofisticada sala estar sem um grande candelabro? O magnífico lustre, juntamente com as cortinas do piso ao teto criam um ambiente refinado, embora a sala seja em estilo casual. Toques de desgaste (como a mesa de centro em azul) funcionam muito bem com a cadeira de estilo antigo. No geral, é um espaço modestamente decorado com toques de refinamento e encanto.

O quarto de dormir é iluminado com uma tonalidade cinza-azulada e tema romântico. O papel de parede é impressionante. Nada mais é necessário para dar vida a este espaço. Os desenhos repetitivos tácteis são fascinantes. Na verdade, papel de parede é a maneira ideal para dar vida a uma casa. A tonalidade cinza-azulada continua com o armário e o espaço adicional de armazenamento. Os móveis do quarto e acentos têm um apelo shabby-chic com um élan rústico e modernista.

O banheiro é sensivelmente projetado com acessórios de estilo antigo e facilmente complementa o resto da decoração da casa com azulejos brilhantes e tons de cinza-azulado na parede e no chão. Um pequeno nicho permite espaço para o essencial e objetos decorativos.

Em essência, este belo apartamento é decorado com a finalidade de conforto. A sua decoração de bom gosto é um resultado natural de um estilo inteligente prático.

Som de Ana Moura – Como Nunca Mais

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Um Toque Francês Em Varsóvia!!!


Este elegante apartamento em Varsóvia, tem definitivamente um estilo parisiense. O proprietário, que recentemente se mudou da França para a Polônia, queria que este apartamento, anteriormente bastante escuro fosse completamente renovado, e que tivesse um toque francês clássico, mas ao mesmo tempo incorporando acabamentos e toques de decoração eclética polonesa.  O belo piso em chevron de madeira e os pisos em parquet foram adicionados juntamente com painéis, portas francesas, luminárias modernas e lindos papeis de parede. O mobiliário é uma mistura de moderno, clássico e pré-guerra.

Marta Chrapka do escritório Colombe Design foi a responsável pela renovação deste apartamento de 1930 para este cliente que tinha vindo recentemente de Paris. Na sala de estar, Chrapka complementou a arquitetura pré-guerra com iluminação e mobiliário contemporâneos. Nesta sala, o foco principal é a luminária de teto da designer Constance Guisset. A lareira recebe uma obra de arte metálica de Oskar Zieta, e as cortinas são do mais puro linho. Mais uma vez a decoração mistura elementos antigos e modernos, a luminária no parapeito da janela é de Papai Cole.

Som de Genesis – That’s All

Os pisos de madeira foram assentados seguindo um projeto húngaro. “Eu queria que a casa transmitisse uma sensação histórica, por isso, tingimos a madeira de carvalho para que ficasse do mesmo tom que teria sido usado perto de oito décadas atrás”, diz Chrapka. As mesinhas laterais foram feitas por um carpinteiro indicado pela decoradora.

Chrapka projetou as portas de vidro dobráveis de madeira para ampliar a passagem da sala de estar para a sala de jantar. Isso ajuda a quebrar a visão do piso clássico e é uma opção moderna para quando o dono da casa recebe seus convidados.

A mesa da sala de jantar foi projetada por Chrapka e sua equipe, assim como o aparador e a luminária de aço preto com apenas uma lâmpada.  Ao redor da mesa cadeiras de madeira tonalizadas em preto, acima uma luminária de teto com três braços de Serge Mouilles. A impressionante luminária de chão (à esquerda) e muitas das peças de arte na sala foram adquiridos através do eBay. Uma pequena cadeira de estilo francês no canto foi transformada em uma elegante cama para o cachorro, (adorei esta ideia).
 a
O corredor foi pintado em tom claro que Chrapka criou através da mistura de vários tons de branco. O magnífico lustre de bronze é o principal elemento deste espaço, e  foram acrescentados os puxadores das portas também em bronze. Do quarto em frente podemos ver um pedaço do papel de parede verde imitando a pedra malaquita.
 a
” O meu cliente não sabe cozinhar, por isso o foco principal deste projeto da cozinha era o armazenamento”, diz a decoradora. “Eu queria criar um espaço semelhante ao Orangerie de Versalhes, então usei um monte de armações de ferro para enquadrar os armários.” O papel de parede por trás dos armários feitos sob medida dá o toque de jardim externo, os puxadores de bronze envelhecido são puro charme.
“Para a pequena área de estar na cozinha, eu queria criar um espaço usável. As cristaleiras permitem exibir objetos de decoração, mas  também são úteis para controlar a desordem da cozinha “, diz Chrapka. O quadro foi desenhado por Chrapka, e as cadeiras são assinadas por Mis en Demeure. Os pisos estão na mesma cor de carvalho manchado, mas aqui dentro, ela mudou o desenho para estrelas, criando um espaço mais exclusivo.
No quarto principal, foi criado um muro de armazenamento em torno da cama que dá ao proprietário um lugar incrível para roupas e acessórios. A cor da pintura do armário embutido foi escolhida criteriosamente. As luminárias laterais retráteis foram compradas no eBay e a cabeceira da cama foi forrada com tecido branco.
Do outro lado da cama fica um pequeno baú desenhado por Chrapka e  por cima dois abat-jours laranjas de Mis en Demeure. O papel de parede emoldurado faz a finalização.
a
Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com