Palm Beach – Sydney !!!


Quando os arquitetos, Jeremy Bull e Charlene Cong, da empresa de arquitetura e design de interiores Alexander & Co. foram convidados a renovar os 537 metros quadrados desta propriedade à beira mar em Palm Beach, Sydney, eles tinham duas ordens a serem seguidas. Abrir a casa para o exterior e adotar um design europeu tradicional. Concluída em dezembro de 2016, a casa de 310 metros quadrados e dois andares, atendeu perfeitamente aos dois pedidos.

Para começar, os arquitetos redesenharam completamente o fluxo dos interiores, criando um layout aberto e luminoso, perfeitamente adequado para seus clientes, uma família que adora entretenimento. A cozinha comum, sala de jantar e sala de estar abraça este conceito, não só no design dos três espaços designados, mas também entre eles e o exterior circundante, separado apenas por portas de vidro emolduradas de metal.

Os materiais naturais interligam os três espaços conjuntos, começando pelo piso de madeira escura, em forma de espinha de peixe na sala de estar / jantar, transformando-se em piso de Carrara branco na cozinha, material também utilizado para a ilha central e no backsplash atrás do fogão e da pia. O aparador de madeira de nogueira escura e mármore de Carrara é um elemento de design que combina os dois materiais juntos, enquanto o teto de madeira clara combina com a grande mesa de jantar no tom e no material.

No andar de cima, a mesma paleta de tons de terra quentes, visto especialmente no piso escuro, em chevrom, em contraste com móveis brancos e toques de metal preto. As varandas no andar superior distinguem-se graças aos azulejos padronizados nos pisos e às plantas que dão uma vibração ligeiramente mais “exótica”, unindo o minimalismo ao ambiente refrescante.

Todos esses materiais naturais trazem uma facilidade na transição para o exterior, abrir as janelas elimina qualquer limite entre os dois ambientes. Um dos desafios do projeto é o fato de que esta propriedade estar situada em volta da borda da água, em comparação com as propriedades circundantes. A resposta a este desafio era manter sua aproximação com o jardim tão reduzida quanto os interiores. Isso significa pavimentos em arenito branco, fazendo caminhos na grama verde e um uso mínimo de outra vegetação. Os móveis de exterior, como a mesa feita sob encomenda, pesada de concreto, e cadeiras confortáveis ​​de vime, também provam que “o simples é o melhor”.

Esta é uma casa de férias obviamente criada com o entretenimento em mente, proporcionando o cenário perfeito tanto para os residentes da família, como para os seus hóspedes para aproveitar a vida sem pensar demais.

Som de Vigon Bamy Jay – Feelings

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Em Uma Ilha Grega!!!!!


De acordo com o Instagram, a Grécia é um dos lugares mais populares para viajar nesta temporada. Depois de ver esta casa familiar que Isabel López-Quesada projetou, com o arquiteto Nikos Moustroufis, na ilha de Spetses é fácil ver o por quê. A base do piso azul e paredes brancas complementam perfeitamente a cor da água e os edifícios da Grécia, criando um lindo pano de fundo para a variedade de antiguidades que decoram a casa principal e duas casas de hóspedes. Os vastos espaços ao ar livre também são maravilhosos, e este é provavelmente o lugar onde eu gostaria de estar se fosse para esta ilha.

Quando compraram o terreno para construir sua casa de férias, o casal de gregos que vivia em Atenas tinha uma intenção: criar um espaço em que pudessem passar todos os feriados com os filhos crescidos, mas mantendo a privacidade de cada um. Por isso a habitação de 790 metros quadrados parece, por fora, uma casa só. A partir do pátio, porém, é possível perceber que são duas – cada uma com a própria cozinha, sala, quartos e banheiros.

O exterior, de arquitetura de Nikos Moustroufis, segue a estética geral da ilha de Septses: paredes brancas de pedra tipo conglomerado, telhado com argila vermelha e muito azul.

Na maioria dos ambientes, as tábuas do piso e o teto são dominados por esse mesmo azul claro e sutil. Ele dá a deixa para uma paleta de cores suave e praiana escolhida pela designer de interiores Isabel Lopez-Quesada.

Em uma das salas, uma chaise longue azul marinho convida os moradores a se aconchegarem. O espaço também possui duas antiguidades: uma poltrona caramelo e um baú de tom similar, com desenhos predominantemente vermelhos. O outro living, com uma daybed com dossel desenhada por Lopez-Quesada, reforça o gosto da família por espelhos. Dois deles alinham as paredes, emoldurados por conjuntos de conchas.

A sala de jantar possui um espelho inglês de 1950. Um banco antigo, com estofados de estampas variadas, está em um dos lados da mesa de jantar.

Descontração e sofisticação se misturam na cozinha, com backsplash de azulejos vintage e bancadas de mármore branquíssimo. No extremo ambiente, uma porta dá direto para o pátio principal. Cadeiras leves que parecem vindas de um parque cercam uma mesa de madeira pesada. Dali é possível ter vista para o mar e para a grande piscina da casa.

São dois pátios: um principal, com um pergolado e muitos lugares para descansar e aproveitar as tardes das férias; e outro, na parte superior da casa, que não possui cobertura. Acostumados com as luzes da capital grega, a duas horas da ilha, os moradores usam o pátio descampado para ver e aproveitar o céu estrelado.

O banheiro da piscina não possui um boxe tradicional! Ele é curvo e feito de tadelakt, um gesso marroquino à prova d’água.

À primeira vista é difícil explicar porque, fora a paleta de cores e mix de estampas, a casa é tão leve e descontraída. O truque foi, na verdade, evitar os tapetes e concentrar os tecidos nos estofados!

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Nos Canais Da Holanda !!!


Em um dos mais bonitos canais de Alkmaar, Holanda, está localizado este belíssimo edifício do século 19. A propriedade com 215 metros quadrados, datada de 1983 foi totalmente reformada, mantendo a fachada, as grossas vigas de madeira e suas características originais. Em suma, uma residência moderna no seu interior, em um edifício histórico.

É uma casa muito charmosa, e com muitas possibilidades. Atrás da casa, inesperadamente há um belo jardim com um pergulado maravilhoso. O apartamento luminoso é composto por três pisos, com uma espaçosa sala de estar com vigas no teto e uma lareira a gás, dois grandes quartos, uma lavandaria, um grande banheiro e um sótão encantador. Existem ainda dois terraços lindos e bem aproveitados. Uma ótima localização, com uma vista linda para o canal, e a uma curta distância da agitação da cidade.

Som de Sting – Fields Of Gold

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Uma Casa Rústica !!!!!!!


Carlos e Gerard são decoradores (Carlos é também pintor). Isso já é um bom começo para este post. Eles chegaram a viver juntos em Amsterdam, uma cidade completamente sem preconceitos. Gerard é holandês, e Carlos morou por 25 anos lá. Inicialmente, eles não queriam ouvir falar de casas lotadas. “Não queria nada com mobiliário antigo e coisas inúteis “, diz Carlos. É o que se espera de um casal recém chegado da cidade mais moderna da Europa.

Eles procuraram casas no norte da Itália, sul da França, em Empordà … Até que finalmente encontraram o lugar tão sonhado, o paraíso, o destino final. Uma vila na Serranía de Ronda, o vale do rio Genal. Lá eles se apaixonaram perdidamente por esta propriedade de quatro hectares com árvores frutíferas e oliveiras com mais de 300 anos. Imediatamente eles perceberam como estavam felizes por estar aqui!

Localizar esta casa não foi nada fácil. “Vimos muitas casas que foram anunciadas como reformadas, mas teríamos que demolir tudo e colocar ao nosso gosto. Até que encontrei esta maravilha. Estava destruída, mas tinha dois andares abertos, justamente o que queríamos!”. São 110 metros sem paredes, distribuídos por dois pisos, que foram preenchidos com todos os sonhos deste casal.

“A restauração da casa foi feita com muito respeito ao meio ambiente”, diz Carlos. Eles deram prioridade aos materiais naturais, para atingir este olhar simples, e respeitaram as estruturas da casa, com estas impressionantes paredes de pedra.

“A primeira coisa que fizemos foi reconstruir o telhado e o design da chaminé. Os pisos foram refeitos. A piscina da década de oitenta foi reformada e acrescentamos uma cachoeira. A parte inferior, onde tradicionalmente havia um celeiro, foi transformado em um espaço habitável”.

E assim, pouco a pouco (16 anos se passaram), eles foram deixando a casa com a cara deles. Simples, natural, com poucos móveis, alguns de design, outros restaurados, encontrados em diversos lugares. Uma casa concebida para se desfrutar. As cores? Branco e verde “em harmonia com a natureza”.

Seu canto favorito é … a varanda! Claro. “Recebemos um monte de amigos e geralmente nos reunimos aqui”. Ele diz que nesta sombra, cercado por plantas, compartilha o melhor da vida com Gerard, seu companheiro.

Som de Rão Kyao – Fado Victoria

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Design Escandinavo !!!


O design escandinavo é caracterizado por espaços simples e minimalistas com linhas limpas e detalhes funcionais. A casa em destaque de hoje não é exceção. O interior brilhante e bonito pode apenas inspirar você a adicionar algumas influências escandinavas ao seu próprio espaço.

Esta casa pode ser pequena, mas o designer criou a ilusão de um espaço maior, mantendo-o aberto e mantendo um fluxo de sala para sala. Uma parede de janelas traz luz natural e luminárias criativas aumentam o brilho, evitando que o espaço fique escuro e fechado. A parede de vidro entre a área comum e o quarto também abre o espaço. O designer continuou o tema arejado com escolhas de móveis inteligentes. As mesas e cadeiras em cada sala possuem linhas limpas com fundos abertos, fazendo com que eles ocupem menos espaço visual para tornar o espaço maior e mais aberto.

Uma paleta de cores simples é outra marca registrada do design escandinavo. Neste espaço, tons claros e silenciosos são transportados por toda parte, proporcionando um visual limpo e nítido. Manter a paleta de cores ao longo de cada sala permite que o olho se mova perfeitamente de uma sala para outra, tornando o espaço maior. Pontos de verde e rosa podem ser encontrados em toda a casa para aquecer o espaço e evitar que ele se sinta estéril.

O design bonito é atraente para designers e proprietários de casas, mas criar um espaço funcional deve ser sempre uma prioridade. Nessa casa, o armazenamento inteligente é um tema de cada quarto. Uma parede de armazenamento de roupa no quarto funciona como um ponto focal graças a prateleiras abertas com itens cuidadosamente expostos. A pequena cozinha possui espaço no armário do chão ao teto, com portas dianteiras lisas, tornando-o funcional sem perder o design simples da casa.

Som de Pet Shop Boys – Being Boring

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Em Tróia !!!!!!!


Noemi Marone Cinzano não pretendia apaixonar-se por este lugar. Ela simplesmente estava explorando, os arrdores e sua curiosidade a levou a um lugar maravilhoso, uma extensão isolada de pântanos e bosques atrás das dunas de uma praia incrivelmente longa na Península de Tróia, em Portugal. Os 50 acres de terreno ficam lado a lado com o último recuo do terreno de seu amigo Christian Louboutin, o designer de calçados francês, o que tornou ainda mais sedutor este lugar. Noemi, a herdeira muito loira e muito bronzeada da marca de vermute italiana, já tinha uma casa linda, uma propriedade e vinhedo na Argentina, onde produz Bodega Noemía de Patagonia, um premiado e biodinâmico Malbec. Mas ela gostou da ideia de se mudar para a Europa, de estar mais perto de seus dois filhos já adultos com o seu ex-marido, o Conde Gelasio Gaetani d’Aragona Lovatelli, um escritor que também é vinicultor notável. Apesar da proximidade da propriedade portuguesa ao resort Jet-Set da Comporta, ela achou esta região maravilhosamente discreta, como ela diz, “um pequeno segredo”.

Noemi comprou o terreno, derrubou a casa da década de 1980, e convocou um amigo de longa data, o reverenciado designer de Londres, Cinzano comprou o pacote, derrubou seu prédio inexistente na década de 1980, e convocou um amigo de longa data, o reverenciado designer londrino, John Stefanidis, para criar o novo refúgio. Stefanidis é um elegante egípcio conhecido por suas esplêndidas decorações e cujos clientes incluem Westminsters e Rothschilds. Primeiro trabalhou com Cinzano no início da década de 1990 em sua antiga casa em Londres, uma bela casa Regency chamada Broom Villa. “John tem um estilo muito mediterrâneo, e ele gosta de luz”, explica Cinzano.

Ele ficou mais do que satisfeito em assumir a tarefa. “Noemi é maravilhosa e muito chique, ela sabe como ninguém fazer uma atmosfera agradável”. Estes clientes têm uma vida adorável, e um talento nato na família. O irmão de Cinzano, Enrico, fundou o Projeto Alabama, a casa de moda artesanal americana, antes de se tornar um admirado designer de móveis, e seu bisavô Giovanni Agnelli foi o criador da Fiat.

A proprietária explicou a Stefanidis que queria usar a residência de Portugal durante todo o ano, e que seria mais um refúgio do que um lugar para entreter convidados. “Uma casa egoísta”, disse ela. Dois quartos de hóspedes e nada mais. Ele desenhou os planos para um andar térreo com espaços de fácil fluxo, um pequeno segundo andar para uma sala, quarto de hóspedes, e uma varanda convidativa com vista para a lagoa da propriedade, as dunas, e mais adiante, o Atlântico. “É tão silencioso e inspirador”, diz Cinzano. “Eu tenho um amigo que quer escrever um livro aqui”.

A paleta de cores gira em torno de seus matizes preferidos. “Sim, eu gosto de rosa e verde”, ela diz com uma risada enquanto corre a mão carregada de esmeraldas sobre sua blusa de linho rosa pálido e brinca com um pendente colombiano de esmeralda natural. O chão da cozinha é de cimento framboesa, um dos quartos de hóspedes é acentuado com um tom de gerânio, as cadeiras de jantar da varanda são rosa flamingo, a mesa de jantar é pintada de verde e o hall de entrada é pintado com o brilhante pó de esmeralda brasileira. Desde que Cinzano vendeu a Broom Villa alguns anos atrás e armazenou o seu conteúdo, ela tinha uma quantidade razoável de mobiliário e peças de arte para a nova casa, incluindo um par de mesas reais do século XIX, pertencentes ao avô dela, e um quadro de Aldo Mondino, retratando  Lord Byron, que aparece sobre a lareira. “Ela trouxe o passado, por assim dizer”, diz Stefanidis.

Cinzano e Stefanidis preencheram a casa com as criações de seus amigos. Stefanidis também produziu várias peças únicas, incluindo, uma mesa de centro com uma marchetaria poética do vento e estrelas em madrepérola e lápis Lazuli. “Para refletir o romance do lugar”, ele explica.

O paisagista francês Louis Benech, um amigo de Cinzano que também estava de férias na região, ajudou a planejar o jardim, e o fazendeiro espanhol Fernando Martos completou as plantações, incluindo um bosque de laranjeiras e limões, uma horta e 15 mil pinheiros. “Portugal é um dos maiores produtores de pinhões”, observa Cinzano. Ela também tem uma pequena vinha. Ao lado da lagoa, Cinzano construiu o que ela chama de ” pagode”, um pavilhão ao ar livre onde ela se senta com seus cães, 14 ao todo, e observa o por do sol sobre o oceano.

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Cornwall !!!!!!!


Encantadoramente romântica, esta casa junto ao mar, é um retiro de um casal jovem. Com vista para a bonita aldeia de Trevalga, o cenário lindo e isolado desta antiga capela inspira escritores, artistas e românticos. Com vistas magníficas para o mar, está a poucos minutos das encantadoras aldeias costeiras de Tintagel e Boscastle, no norte da Cornualha, e a poucos passos do caminho da costa.

A decoração interna tem uma paleta de cores românticas, tons calmos de verde e cinzas que contrastam com a pedra natural e os pisos de madeira envelhecidos. Há um quê de majestade gótica e eclesiástica que reina através de acentos metálicos e acessórios escolhidos a dedo.

A paisagem deslumbrante do mar, pode ser desfrutada no conforto da cama de casal no quarto principal com nível privado de mezanino. Os degraus de pedra em espiral conduzem ao banheiro de luxo no piso inferior, onde você pode afundar na banheira profunda e relaxar. Há também um outro quarto neste nível e um bengaleiro no piso térreo. As paisagens me remetem aos romances de Rosamunde Pilcher, muitos deles passados nesta região da Cornualha tão deslumbrante e tão inspiradora, quase sinto o cheiro de comida saindo da cozinha. As imagens falam por si só, aproveitem a visita, se deliciem com os detalhes e vejam que a simplicidade aliada a bom gosto pode ser absolutamente encantadora e chic.

Som de Years & Years – King

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com