A Europa em Nova Orleans !!!


Tara Shaw manteve-se fiel à sua nativa Louisiana, há muito tempo tornou-se uma das mais conhecidas e disputadas decoradoras de Nova Orleans, mas mesmo assim o seu estilo tem sempre uma grande influência europeia. Durante os últimos 25 anos ela tem feito inúmeras viagens em busca de tesouros para a sua empresa de antiguidades e para o seu trabalho como designer de interiores, servindo também de inspiração para a sua linha de móveis que reproduzem peças antigas. Nas pequenas e desconhecidas lojas na França, Itália e Suécia, ela vem treinando e melhorando o seu olhar. “É uma verdadeira caça ao tesouro “, diz ela, que aprendeu com o tempo a transformar peças novas em verdadeiras antiguidades.

Podemos até dizer que Tara encontrou uma maneira de viver na Europa no meio de Uptown District, em Nova Orleans. Em 2004, ela encontrou uma casa com um estilo incomum para a cidade, lembrando um pouco o estilo Haussmann, com uma fachada severa e estuque torneado à mão. Projeto do arquiteto Barry Fox, tendo como modelo original uma antiga casa que o antigo proprietário tinha visto em França. Tara comprou a casa assim que foi anunciada no mercado e agora ela mora no que considera, o seu pequeno vilarejo europeu.

Dentro da casa, Tara estabeleceu um tom que é simultaneamente simples e de grande impacto. Usando uma paleta que se tornou sinônimo de elegância, e uma grande variedade de tons neutros , ela fez com que a sua coleção de mobiliário clássico e sumptuoso, não fosse intimidante na decoração. Esta paleta tem outro propósito além de modernizar peças históricas, o relaxamento. “Eu queria cores serenas”, explica ela.

Vamos conhecer esta casa, em Nova Orleans, onde Tara vive com o marido e sua amada cachorra, e aproveitar várias ideias de como conviver com antiguidades sem transformar a sua casa em um museu.

Na sala de estar, Tara manteve o elevado grau de conforto, sem perder estilo. Ela colocou uma TV enorme e todo o equipamento de som dentro de um armário de madeira antigo e todo trabalhado. “Eu amo essa chaise longue, é tão aconchegante, que o meu marido muitas vezes adormece lá mesmo! “

 

Inclinados casualmente ao longo da parede, do lado direito dois bastões do século XVIII usados nas procissões que Tara encontrou na Itália. As luminárias sobre a lareira foram antigas urnas transformadas e adaptadas.

 

Tara colocou uma estátua de Avignon do século XVII, bastante desgastada pelo tempo na sala de estar. Pelas janelas da sala, podemos ver a piscina de água salgada. Oitenta árvores cercam a propriedade, dando-lhe uma sensação de privacidade.

 

Para equilibrar a fachada austera da casa com uma confortável, sensação de luz no interior, foi escolhida a cor branca para as paredes. É brilhante, texturizada, e de fácil manutenção, importante para um espaço de alto tráfego.

 

Com antigas peças italianas transformadas em luminárias de mesa e um relicário em cima de uma escrivaninha, o escritório tem uma grandeza europeia.  “Quando entramos nesta sala, nos sentimos no Velho Mundo, mas o peso desta visão é contrabalançado pelos tons neutros.

 

Uma coleção de livros antigos, herança de família refletem seu gosto por interiores com um senso de história. No entanto, ela diz, “não há nenhuma fórmula quando se trata de casas dos meus clientes”.

 

Tara encontrou uma boiserie (painéis esculpidos) em uma casa perto de Versalhes e utilizou como uma estante de livros em sua sala de jantar. O banco e os candelabros foram encontrados em Lyon. Uma cadeira de meados do século garante que esta sala não fique datada.

 

Coleção de antigos pratos franceses, usados nos jantares do casal. Contrariando a tendência atual de fazer as refeições na cozinha, “nós realmente fazemos as refeições formais em nossa sala de jantar”, Tara diz.

 

Um armário de canto, comprado em  Veneza, e uma mesa sueca, de folhas que se abrem fazem com que esta sala pareça ter sido retirada do início do século. O equilíbrio vem com o pequeno sofá e banquetas modernas.

 

Coleção de louça branca, que é ressaltada contra o interior azul claro do armário de canto antigo.

 

“Quando eu pintei esta sala, eu estava apaixonada por linho branco, e amei o contraste com a escultura de resina branca”. Tara acrescentou mais camadas  brancas a partir daí. Cortinas, cadeiras em linho, e uma mesa de centro em laca branca.

 

O baú aos pés da cama de casal é um outro tesouro da Itália. Coberto de veludo e tachas, seguindo o modelo original ele serve para armazenar roupa de cama.

 

Luminárias modernas de mesa ladeiam a cama de dossel perfeitamente equilibradas com um espelho antigo ornamentado. Enquanto as luminárias são iguais, as duas mesas de cabeceira são completamente diferentes.

 

Os castiçais de pé alto são do século XVIII  e provavelmente originalmente usados em um altar.

 

O mobiliário deste pequeno retiro destila seu estilo grandioso, mas acessível. Uma banheira contemporânea, um candelabro, e uma bergère. Para as paredes, ela instalou três painéis encontrados no sul da França.

 

Tara criou uma pia de banheiro colocando um almofariz  italiano como uma pia e instalou-o em uma mesa branca. Um espelho veneziano paira acima dela.

 

O quarto parece impregnado de um château francês, mas olhando de perto, existe um equilíbrio entre a cama em estilo Directoire, a chaise e  peças contemporâneas refrescantes como um console de vidro opaco.

 

A proprietária coloca camas antigas em praticamente todos os quartos, esta peça em estilo Directoire, diz ela, é “tão envolvente que dá vontade de pular nela todo o final do dia”.

 

Escrivaninha sueca do século XVIII. Ela gosta de trabalhar no quarto de hóspedes e adora a maneira como esta peça fechada E esconde toda a bagunça.

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s