La Bastide de Gordes


Com as suas vinhas, campos de lavanda e aldeias pitorescas, o Luberon (uma cadeia de montanhas da Provence que  se tornou o nome de uma região bem delimitada)  é um lugar fascinante, onde se pode observar com uma extrema realidade, o estilo de vida da Provence francesa. Construído em pedra, e com a sua história medieval Gordes é um dos destinos mais populares nesta área.

No centro da cidade, La Bastide de Gordes é um hotel único, cuja renovação custou 20 milhões de euros. Em uma área de 10 mil metros quadrados, cinco edifícios foram remodelados para serem construídos  40 quartos e suítes, além de uma aldeia privada, três restaurantes, incluindo o restaurante gourmet CAIS, liderado por Pierre Gagnaire, um terraço, quatro piscinas um spa de 800 metros quadrados, cinco salas de conferências e eventos (com uma dedicada a casamentos, que se abre para um jardim francês), sete terraços e vários jardins. Esta excepcional mansão do século XVI funciona graças a uma equipe de 120 pessoas que cuidam para que os hóspedes tenham momentos únicos.

A decoração de interiores do designer Christophe Tollemer, tem como base os antigos e magníficos castelos que pertenceram aos condes da Provence. Móveis, candelabros, tapetes, espelhos, esculturas em mármore, etc. Eles foram adquiridos em França, Itália e Suíça, em antiquários e leilões. Algumas peças são verdadeiros tesouros como uma carta do secretário de Louis XIV e Luís XV, que foi emoldurada. A sala tem uma lareira, telas magníficas do século XVIII, e da mesma época o mobiliário confortável como as cadeiras e sofás. No total, La Bastide de Gordes  tem duas mil pinturas antigas, três mil peças de mobiliário e dois quilômetros de estantes com livros antigos. A  grande escadaria dá acesso aos restaurantes l’Orangerie e o Citadelle  de onde podem ser admirados os jardins, lagoas de pedra e a paisagem natural.

Para preservar a unidade da arquitetura, um grande túnel foi escavado na rocha e decorado com abóbadas e bibliotecas, para permitir a fácil circulação de um prédio para outro. As pedras usadas no contexto de renovação são provenientes da área e algumas datam do século XVI. Além disso, alguns materiais foram recuperados nos castelos do mesmo período. No chão, piso de terracota do século XVIII.

Cada quarto é diferente do outro, mas todos com características de um estilo provençal aristocrático. Uma das suítes (com uma área de 60 metros quadrados) é dedicada a Victor Vasarely Gordes que se apaixonou pelo lugar em 1948, quando o visitou pela primeira vez com sua esposa. Alguns anos mais tarde, o artista deu ao povo 430 obras originais, o que permitiu abrir um museu e, em seguida, a Fundação Vasarely.

O artista Louis-Daniel Jouve foi o responsável por fazer todas as pátinas no hotel e inúmeros artesãos participaram do projeto. O objetivo era “dar a impressão de que nada havia mudado desde o século XVIII”.

Som de Elton John – Tonight

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Anúncios

2 comentários em “La Bastide de Gordes

  1. Um encanto!
    Boa tarde, abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s