A Casa de William McLure !!!!!!


 

William Rankin McLure IV nasceu artista. Foi criativo desde criança com um talento natural para a arte e design. Nascido na Louisiana, ele e sua família se mudaram para o Alabama para estarem perto dos parentes e viverem em uma fazenda da família. O professor de jardim de infância de William reconheceu seu talento e escreveu para a sua mãe uma nota quando William tinha apenas 4 anos para que ela reconhecesse, apoiasse, encorajasse e estimulasse William em sua criatividade, e disse que um dia ele seria um artista famoso. Seus talentos têm crescido desde então, tornando-se um artista independente e designer de interiores. William se formou no Instituto Southern of Design, onde ele era conhecido na Sociedade Americana de Designers de Interiores como um bom estudante. Seu trabalho de design e arte foram destaque na Cathedral Antique’s Show House,em Atlanta no ano de 2013. Sua última exposição foi literalmente vendida na hora, e seu trabalho tem sido destaque em vários blogs de design e arte. Ele e seu companheiro constante e melhor amigo, seu Weimaraner, Baylor, residem em Birmingham, Alabama.

“É melhor pedir perdão do que permissão”, assim diz o ditado. Esse é o espírito do pintor e decorador de 32 anos  William McLure quando decorou a sua casa. Um lugar histórico, onde os pisos de madeira originais tinham sido  desastrosamente cobertos com carpete e linóleo, que McLure foi removendo manualmente, pouco a pouco. Talvez a ousadia em assumir a responsabilidade de design pelas próprias mãos tenha derivado de sua infância em Troy, Michigan, onde, como o mais velho de quatro filhos, sua mãe permitiu-lhe a plena liberdade na decoração do seu quarto.  McLure era conhecido por mover itens de outras partes da casa para o seu quarto e pendurar lençóis em torno de sua cama para simular um dossel. Uma vez removido o piso ofensivo, as paredes e pisos do apartamento de McLure já foram brancas, azuis e vermelhas (fotos abaixo) e estão atualmente brancas novamente. Ele muda as cores da casa com a facilidade com que pinta suas telas.

O apartamento do artista, que brinca na área de design de interiores, é um reflexo de seu próprio estilo pessoal. Resplandecente em branco e azul vibrante, McLure usa um aspecto fundamental da decoração de inspiração mediterrânica que o cerca. Até mesmo o seu Weimaraner de cor castanha, usa um colar têxtil azul e branco, e parece fazer parte da decoração. Se não fosse pelos edifícios de tijolos, visíveis do lado de fora pelas janelas abertas, poderia-se pensar que eles estariam em um pied-à-terre na Costa Amalfitana, um sentimento reforçado pela falta de TV, Internet ou qualquer outra tecnologia moderna. As paredes são cobertas com a própria arte de McLure, e pilhas de livros decoram mesas de centro e prateleiras.

“Muito pode ser dito sobre uma pessoa com base na sua coleção de livros,” diz McLure. “Se eu recebo convidados e estou ocupado com alguém, outros podem ter uma noção dos meus interesses, olhando para a literatura espalhada.” A maioria dos livros são sobre designers de moda, fotógrafos e designers de interiores, incluindo Miles Redd, Michael S. Smith, e Markham Roberts. No entanto, seu designer de interiores favorito é Mark D. Sikes. “Eu quero ser como ele, ou pelo menos trabalhar para ele.”

O guarda-roupa de McLure certamente parece inspirado por Sikes, que na primavera passada lançou MDS Stripes, uma coleção dedicada inteiramente a listras azuis e brancas, em roupas de algodão, malhas e acessórios. Assim como Mark tem uma preferência por interiores com sobreposições, pinturas e objetos de arte, McLure  tem um sentido de estética nos mesmos moldes. Um dos objetos preferidos de McLure, e a única peça de arte em sua parede que não seja de sua autoria, é uma fotografia de grandes dimensões do fotógrafo David Hillegas. Um homem em calção de banho observa a costa rochosa do Caribe, com uma piscina infinita no primeiro plano. McLure compara a fotografia com o trabalho do fotógrafo americano Magro Aarons, conhecido por fotografar socialites e jetsetters. Aarons supostamente nunca usou um estilista ou maquiador e fez sua carreira com o que ele denominou de “fotografar pessoas bonitas que fazem coisas atraentes em lugares atraentes.” O próprio William McLure parece ajustar-se a este mundo. A arte imita a vida.

Som de Simon & Garfunkel -The Only Living Boy In NY

 

Paredes Vermelhas :

Obras de William :

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s