Mansão Em Perpignan


Esta mansão do início do século XX, pertencente á alta burguesia de Perpignan, França foi dividida por muitos anos para acomodar três famílias diferentes. Seus habitantes atuais, jovens e alegres, amantes da arte e da cor, procuraram o designer de interiores argentino, Diego Mendez Casariego, com um escritório de arquitetura em Barcelona, para difícil tarefa de restaurar a sua identidade. “A reforma começou como uma coisa muito simples, mas tornou-se um quebra-cabeças. Felizmente, no fim das contas todas as peças se encaixaram,” confessa.

O principal objetivo era retomar a nobreza dos espaços originais, tornando-os mais atuais. “Minha intenção era transformá-la em uma casa livre e moderna sem perder o seu charme”. Ele foi bem sucedido graças a um plano claro e sua amizade com os proprietários, defensores de uma decoração natural e espontânea. O quarto foi pintado de branco com um aspecto diáfano para destacar molduras e colunas originais. A cozinha, com uma sala de estar integrada, foi reformada e deu lugar a uma nova área vital, sem o isolamento inicial.

O jardim é aberto para se comunicar com o interior, e os antigos pisos hidráulicos e de argila foram mantidos. No entanto, no andar de cima um parquet de carvalho maciço foi colocado e novos banheiros foram criados. A vasta coleção de arte dos proprietários foi distribuída com parcimônia. “As obras são organizadas com a intenção de desfruta-las”, diz Diego, que é também cenógrafo, figurinista e pintor. Neste cenário grandioso de grandes janelas e gesso afrancesado, mobiliário vintage e objetos familiares, o design se mistura com a arte contemporânea de uma forma harmônica, com pequenos toques de cor.

Há inúmeros exemplos, como a cadeira de estilo Regency perto de uma fotografia de Marina Abramovic ou uma lona em estilo tribal Claude Viallat na lareira de mármore original.”Eu acredito no diálogo entre cores e o mobiliário, assim como em diversas experiências, explica o decorador. Eu gosto da mistura, humor, ópera, materiais finos ecléticos, Buenos Aires, cinema, literatura e do campo. ”

Aqui ele reuniu móveis de design com mobiliário de baixo custo, peças dos anos 50, 70 e 80, criações feitas sob medida, artefatos africanos, porcelana, tapetes marroquinos, lustres do século XIII. “Para que a decoração seja harmônica, é necessário que tenha o olhar e características dos seus habitantes. Eu acho que é praticamente impossível terminá-la porque sofre mutações, como a própria vida, ao ritmo do tempo “, conclui.

Som de Robin Schulz – Sugar

 

Dúvidas, perguntas ou questionamentos sobre decoração? Precisa de um trabalho de consultoria para sua casa? Favor entrar em contato pelo blog, ou E-mail nunoalmeida61@gmail.com

Anúncios

2 comentários em “Mansão Em Perpignan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s