Serenidade em Veneza!!


Venetian-Palace-Restored-by-Axel-Vervoodt-03

A fachada do palácio, sobre o Grand Canal, ocupa todo o quarteirão

Foi amor á primeira vista, e rapidamente Axel Vervoordt, um renomado negociador de arte da Bélgica, comprou este apartamento em Veneza, e de frente para o Grand Canal. Ele tem preservado a beleza delicada deste espaço, decorando com objetos e obras escolhidos a dedo e que se encaixam perfeitamente neste cenário. Há duas maneiras de acessar o apartamento, uma delas por água, através do famoso Grand Canal, esta entrada é simplesmente mágica. A outra, por via terrestre, não é tão fantástica mas é mais rápida. Desembarcando no cais adjacente à fachada nobre do palácio, e passar pela entrada majestosa que atravessa o edifício de ponta a ponta, chegando finalmente ao enorme pátio. Ou, inversamente, andar a pé, depois de atravessar um labirinto de ruas estreitas, pequenas pontes e canais, perto da igreja de San Stefano. Em ambos os casos, sobe-se uma longa escadaria antes de finalmente chegar á porta do apartamento.

 “Originalmente, diz Axel Vervoordt, eu queria encontrar um lugar não restaurado, ainda em seu estado bruto. Primeiro pensei em um edifício industrial, há muitos em torno de Veneza, mas eu tinha uma queda por este apartamento, com tetos muito altos e alojado num magnífico palácio, no centro, a meio caminho entre o Museo Fortuny e Palazzo Grassi. “O objetivo era restaurar o mínimo possível:” Eu amo estas velhas fachadas que, com o tempo, se tornaram pinturas abstratas, “disse ele. O trabalho foi portanto realizado com sobriedade. Algumas paredes foram repintadas, e os pisos foram preservados, exceto a sala de estar, agora sob um piso de madeira clara. O mobiliário é Veneziano, assim como o lustre do século XVIII da magnífica sala de jantar. Em casa de colecionador, as obras foram obviamente escolhidos com bom gosto. As peças foram  garimpadas pelo próprio Axel Vervoordt  as quais ele chama de “objetos encontrados”: ex bancadas cobertas com tecidos desgastados, pinturas de um artista belga, Jef Verheyen (1932-1984), raras de serem encontradas hoje em dia. “Eu amo este pintor diz Vervoordt, pintou incrivelmente a luz e o infinito. “Não é de admirar que este artista esteja presente em inúmeras paredes.

Inegavelmente, a varanda desempenha um papel chave na configuração do apartamento. Ela serve não só de entrada espaçosa,  serve as três salas principais – duas salas de jantar e sala de estar – mas torna-se, na primeira luz do dia, um espaço íntimo para tomar café da manhã. Da enorme mesa de jantar, e através das janelas podemos ver o lindo jardim interno no qual se encontra uma enorme acácia. “Eu fico aqui sozinho, e observo os pássaros,  é uma relaxante e meditativa atmosfera”, diz Vervoordt.  Aqui, o silêncio é necessário e a cor predominante é o branco.

Em uma viagem para a terra do Sol Nascente, Axel Vervoordt relatou uma filosofia, com o significado de que (“as coisas não devem ser cerimoniosas”) ou  (“as coisas devem ser como elas são” ). Configurar um lugar, de acordo com ele, é uma questão de dosagem. Assim desta forma sutil, foi feita a decoração deste espaço encantador. “Criar uma osmose entre várias salas é um exercício difícil mas fascinante. Sem hesitar, ele mistura uma estatueta Africana e uma  escultura moderna, mobiliário antigo com quadros contemporâneos. E sobre a briga entre clássico e moderno? “Eu não vejo limitações, acredita Vervoordt. Eu tento não ser contra qualquer coisa … “Na parte de trás da sala de jantar, um espelho gigantesco cobre a parede quase na sua totalidade. O pátio da acácia é refletido como um segundo e maravilhoso jardim que surge do nada. “Por nada no mundo, eu trocaria este apartamento. Isso nem precisava ser dito, nem eu trocaria por nada nesse universo.

Venetian-Palace-Restored-by-Axel-Vervoodt-08

A ampla entrada que atravessa o palácio de ponta a ponta, desde o Grand Canal até o pátio interno.

 

Venetian-Palace-Restored-by-Axel-Vervoodt-011

Vervoordt Axel, sentado na varanda.

 

Venetian-Palace-Restored-by-Axel-Vervoodt-05

A fachada do palácio é de um tom de vermelho desbotado, quase um rosa antigo. O longo trilho de pedra esculpida, que anteriormente era uma varanda aberta, foi fechado com vidros.

 

Venetian-Palace-Restored-by-Axel-Vervoodt-01

A sala dispõe de paredes de um vermelho poderoso e um belo teto pintado em cores escuras. O sofá foi projeto de Axel Vervoordt.

 

Venetian-Palace-Restored-by-Axel-Vervoodt-04

As janelas da varanda mergulham no pátio do jardim. O piso é feito de grandes lajes de mármore claro, os móveis foram forrados de tecido claro. À esquerda da porta, uma pintura do belga Jef Verheyen.

 

Venetian-Palace-Restored-by-Axel-Vervoodt-07

Em uma cômoda antiga, três pedaços de mármore preto desenhados pelo artista Jef Verheyen. Na parede, um dos “objetos encontrados” projetado por Axel Vervoordt, um tampo de mesa revestido de tecido.

 

Venetian-Palace-Restored-by-Axel-Vervoodt-010

No quarto, em uma das paredes, um afresco original italiano.

 

Venetian-Palace-Restored-by-Axel-Vervoodt-02

A magnífica  sala de jantar, com afrescos originais e espelho gigante. O mobiliário é Veneziano, o lustre data do século XVIII.

 

Venetian-Palace-Restored-by-Axel-Vervoodt-09

Na cozinha, os pratos são dispostos em longas prateleiras de madeira

 

Venetian-Palace-Restored-by-Axel-Vervoodt-06

Nesta sala de jantar contígua à cozinha, uma mesa incrivelmente longa que pode acomodar nada menos que dezesseis convidados.

Anúncios

2 comentários em “Serenidade em Veneza!!

  1. A Serenissima Repubblica di Venezia sempre surpreende! Eu habitaria sem nenhuma dificuldade e, após voltar do mercado de peixe, iria direto para a cozinha fazer um belo spaghetti alle vongole in bianco.
    Um charme, tudo muito diferente do que estamos acostumados, mas que me chama. Eu gosto!
    O piso da sala de jantar com o imponente lustre, se eu não estiver enganada, eu vi em alguns locais que estive na Sereníssima e, também, eu outros locais que estive pela Itália. É um tipo de piso bem antigo né?

    Curtir

    • nunomalmeida disse:

      É muito antigo sim, nesta casa gosto mais da arquitetura do que da decoração em si. Eu tornaria este apartamento mais aconchegante e mais cheio, mas quem sou eu para dar pitacos não é mesmo?…..

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s